Acupuntura e endometriose

Os canais de energia ou os meridianos estão distribuídos por todo o corpo de modo semelhante à rede

 

“A Acupuntura é um dos setores da Medicina Tradicional Chinesa, visa restabelecer a circulação de energia dos meridianos, dos órgãos e das vísceras e com isso levar a harmonia de energia e de matéria para todo o corpo. Os canais de energia ou os meridianos estão distribuídos por todo o corpo de modo semelhante à rede nervosa. Os pontos neles localizados são a sede das manifestações exteriores do que há no interior e são também, os locais de entrada de energias que levam à doenças. A energia tem origem na vida intra-uterina e nos alimentos consumidos. Existe uma relação de interdependência entre energia e matéria para a manutenção da vida. Alguns conceitos importantes: Yin/Yang, QI ou energia vital, os cinco elementos da natureza (fogo, água, metal e madeira), circulação e produção de sangue. Os principais fatores que levam a doenças são a estagnação de QI e de sangue nos canais de energia, alteração de energia nos respectivos canais e alterações energéticas nos órgãos e vísceras. A linha básica de tratamento para todas as patologias consiste em desbloquear o QI e o sangue, promover a circulação e fortalecer os órgãos e vísceras. O que é importante é diferenciar bem na anamnése quais são os meridianos envolvidos e qual é o padrão de desarmonia. Segundo a Medicina Tradicional Chinesa os canais de energia responsáveis pela menstruação são o fígado, o vaso penetração, o vaso da concepção e o baço. O movimento correto do sangue depende do QI do fígado. A endometriose na visão da MTC tem sua origem em vários fatores, como a tensão emocional que leva a estagnação do QI do fígado causando dor, frio e umidade que leva a estagnação do sangue que também leva à dor, esforço excessivo, partos próximos, doenças crônicas atividade sexual em excesso. Alguns fatores são importantes para se definir o padrão da doença no diagnóstico: a hora da dor, sua localização, ciclo menstrual, tipo de sangramento e a influência do calor e do frio nos sintomas. Com essas informações pode ser diferenciada a característica de excesso ou deficiência da patologia. “O tratamento consiste em harmonizar o sangue, cessar o sangramento, diminuir a estagnação, acalmar e nutrir o sangue, cessar a dor, mover e harmonizar o QI dos meridianos envolvidos.” Maria Beatriz Goldman Deganello Fisioterapeuta e acupunturista – Mestranda em fisioterapia pela Universidade Metodista de Piracicaba – UNIMEP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *