A escova japonesa declara o fim dos cacheados

Além do produto adequado, é preciso

 

Considerado como a nova febre dos salões de beleza em todo o mundo, o recondicionamento térmico, também conhecido como escova japonesa, é a nova arma para as mulheres que querem domar seus cabelos cacheados e rebeldes. A técnica japonesa de alisamento, dura de seis a nove meses, dependendo do crescimento dos cabelos. Contudo, a técnica requer vários cuidados especiais e nem todos os cabelos podem passar pelo processo. Até o momento, os únicos produtos adequados para este processo são de origem japonesa. A utilização de químicas adaptadas para este processo pode danificar os cabelos, comprometer seriamente a estrutura do fio e o resultado será desastroso. Além do produto adequado, é preciso ter critério para realizar o processo. Não são todos os cabelos que podem receber o recondicionamento térmico. Cabelos muito sensibilizados, tingidos ou com reflexos precisam passar por tratamentos de hidratação antes do recondicionamento. Entenda o processo A reestruturação térmica não é uma escova e nem um alisamento, mas sim um procedimento químico associado a um processo térmico com um resultado mais duradouro que um simples alisamento. Segundo especialistas, o ácido usado no tratamento (til glicólico de amônia) não é nocivo aos cabelos. Ele abre a cutícula do fio capilar, reestruturando suas pontes de enxofre e hidrogênio internamente, e quando associado ao neutralizador e ao calor (piastra de cerâmica, ou chapinha), deixa-o completamente liso. Não são todos os tipos de cabelos que podem fazer a reestruturação.

 

Quem tem cabelo tingido completamente ou com mechas e pessoas que fizeram alisamento há pouco tempo, não podem se submeter ao recondicionamento. É preciso deixar os cabelos sem receber químicas durante, pelo menos, seis meses. Para aplicar a técnica, a cliente deve submeter-se a um diagnóstico capilar, no qual detecta a qualidade e a saúde dos fios do cabelo, medindo o grau de elasticidade dos mesmos. O teste é necessário para saber se o cabelo agüenta receber o produto sem danos aos fios. Caso o cabelo esteja danificado, antes do processo será feita uma nutrição nos fios durante um mês. Confira o passo-a-passo do recondicionamento: 1. Depois da análise dos fios o primeiro passo é passar em todo o cabelo a loção à base do ácido til glicólico de amônia. 2. A loção amolece os fios. Para acelerar o processo, o cabelo deve ficar no aquecedor durante uma hora e meia. 3. Depois de amolecido, o cabelo é enxaguado para tirar qualquer resíduo do ácido. O cabelo está pronto para ser recondicionado. 4. O cabelo úmido começa a ser alisado, pelos fios de baixo, com uma lâmina térmica. O processo, que dura cerca de 10 horas, é semelhante ao da chapinha, só que bem mais minucioso. 5. Depois de alisado em toda a extensão, o cabelo recebe uma loção de neutralizante para interromper o processo. Dura 20 minutos. 6. Depois do enxágue, o cabelo está pronto para ser seco, naturalmente ou com uma escova básica. Ana Letícia Sales

Deixe uma resposta