Alimentação balanceada beneficia a saúde: veja algumas dicas

É recomendável que tenhamos sempre um fracionamento das refeições. Mesmo envolvido com a correria usual do cotidiano é essencial não pular refeições…

Alimentar-se corretamente está se tornando cada vez mais importante nos dias de hoje, visto que o resultado de uma boa alimentação está diretamente relacionado à saúde e ao bem-estar. Além disso, os altos índices de doenças associadas à obesidade apontam que cuidar da alimentação e associá-la à prática esportiva é fundamental. Estamos vivendo um momento onde o ideal é nos anteciparmos às doenças, adotando hábitos saudáveis de alimentação, por exemplo. Uma boa alimentação pede uma nutrição balanceada, isto é, cerca de 50% a 60% de carboidratos, 20% a 25% de proteínas, 20% a 30% de gordura e 300 g a 400 g de frutas, verduras e legumes, ingeridos diariamente. A adoção de um cardápio equilibrado como este ajuda a prevenir o aparecimento de doenças crônico-degenerativas como obesidade, hipertensão e diabetes, doenças cardiovasculares e envelhecimento precoce, dentre outras enfermidades. É recomendável que tenhamos sempre um fracionamento das refeições. Mesmo envolvido com a correria usual do cotidiano é essencial não pular refeições. O ideal é ingerir alimentos em intervalos de 3 ou 4 horas, sem exageros (exceto frutas, vegetais e legumes) e saudáveis. É importante também evitar frituras e doces em excesso. A alimentação adequada influenciará diretamente em sua saúde, como diz o velho ditado “faça do seu alimento o seu medicamento”, ou seja, cuide da sua alimentação e previna-se de doenças, favorecendo o envelhecimento saudável. Dicas para uma alimentação balanceada: 1. Evite gorduras saturadas, gorduras mais sólidas, com lenta digestão, derivadas de fontes animais. Ex: manteiga. 2. Diminua a quantidade de sal e açúcar para evitar doenças como hipertensão e diabetes; 3. Abuse sempre da ingestão de vegetais; 4. Coma nozes duas ou três vezes por semana, pois as propriedades da gordura presente nestes alimentos ajudam a baixar os níveis do colesterol; 5. Ingira, no mínimo, três vezes por semana, carnes brancas, como as de peixes e aves; 6. Opte sempre pelos alimentos integrais. Fonte: Dr. Durval Ribas-Filho

 

Deixe uma resposta