Alimentação das crianças

Se manter o leite materno até os dois anos de idade, dar alimentos complementares

 

A alimentação e a nutrição adequadas são requisitos essenciais para o crescimento e desenvolvimento das crianças. Mais do que isso: são direitos humanos fundamentais, pois representam a base da própria vida. Dar somente leite materno até os seis meses, a partir dos seis meses, oferecer de forma lenta e gradual, outros alimentos. Se manter o leite materno até os dois anos de idade, dar alimentos complementares (cereais, tubérculos, carnes, leguminosas, frutas e legumes) três vezes ao dia se a criança receber leite materno e cinco vezes ao dia, se não estiver amamentando. Deve ser oferecida sem rigidez de horários, respeitando-se sempre a vontade da criança. Deverá ser espessa desde o início e oferecida de colher. Comece com consistência pastosa (papas, purês) e, gradativamente, deverá ter sua consistência aumentada, até chegar à alimentação da família. Ofereça à criança diferentes alimentos ao dia. Uma alimentação variada é uma alimentação colorida; estimular o consumo diário de frutas, verduras e legumes nas refeições; evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinhos e outras guloseimas nos primeiros anos de vida. Use sal com moderação; cuide da higiene no preparo e manuseio dos alimentos; garanta o seu armazenamento e conservação adequados; estimule a criança doente e convalescente a se alimentar, oferecendo sua alimentação habitual e seus alimentos preferidos, respeitando a sua aceitação. Fonte: grupomontreal

Deixe uma resposta