Atletas de final de semana

Esporte faz bem para todo mundo, independentemente

 

 

Esporte faz bem para todo mundo, independentemente do sexo, mas existe um hábito tipicamente masculino que, ao invés de colocar o corpo em ordem, traz riscos de lesões nos ossos e músculos e até problemas cardiovasculares: o esporte de final de semana. Nenhum homem consegue compensar o sedentarismo e os maus hábitos alimentares da semana com uma corrida na praia ou uma pelada com os amigos no sábado. Ao contrário, isso só exige mais do que corpo pode suportar. O personal trainer Luiz Santos, diz que é “fundamental não começar nenhum tipo de atividade física sem ter em mãos um check up cardiológico, e certificar-se que não há lesões ortopédicas de acordo com o tipo de atividade física que irá praticar e, tão pouco, ignorar os conhecimentos em relação ao esporte que só um profissional pode passar”.

 

De acordo com o ele, a prática de esportes sem o devido cuidado pode acarretar problemas graves como lesões ortopédicas (fraturas, entorse, luxações), lesões musculares (distensão) e problemas cardiovasculares. O praticante deve monitorar seu perfil sanguíneo para identificar eventuais problemas cardíacos que ainda não tenha conhecimento. É ilusão pensar que as horas gastas jogando futebol ou correndo no final de semana compensarão o tempo de sedentarismo da semana toda. O ideal é praticar algum tipo de atividade pelo menos quatro vezes na semana como exercícios aeróbicos, alongamentos e pesos ou fazendo caminhadas. O problema está sobrecarga do organismo. Ele não está acostumado a realizar tanto esforço em um período tão curto. Isso pode levar a um aumento excessivo da pressão arterial, pois o músculo cardíaco está fraco por não ser exercitado diariamente. Os problemas cardíacos mais freqüentes são arritmia cardíaca e infarto agudo do miocárdio.

“Antes de iniciar qualquer atividade física é importante consultar um médico e realizar exames cardíacos e ortopédicos. A cada seis meses, fazer um monitoramento e certificar-se de que tudo está em ordem para a prática de esportes”, aconselha Luiz. Segundo Luiz, o perfil mais comum desses atletas é que “estão acima do peso, sem condicionamento físico, trabalham muito durante a semana, não têm programação de atividade física, e fazem da atividade física um lazer praticado, geralmente, em grupo”. “Em hipótese alguma, o atleta deve se esquecer de fazer aquecimento e alongamento antes e após os exercícios, sempre com orientação do profissional. Lembrando que o alongamento deve ser específico com a atividade que escolheu”, lembra o personal. Em caso de caminhada e corrida, o atleta deve escolher bem o seu tipo de calçado. O tênis deve ter um bom sistema de amortecimento. É importante conhecer e não exceder as limitações do corpo. Fonte: www.papointimo.com.br Site Médico

Deixe uma resposta