Cálcio, não pode faltar!

Uma quantidade inadequada desta vitamina pode interferir na correta mineralização do esqueleto

 

Para que serve? O cálcio é o mineral mais abundante no corpo humano, 99% se encontra nos ossos, uma pequena quantidade nos dentes e uma quantidade mínima está no sangue e tecidos, desempenhando funções igualmente importante: intervém, por exemplo, na transmissão do impulso nervoso, na coagulação do sangue e na contração muscular. Para assegurar o desempenho destas funções, o organismo utiliza uma parte do cálcio que chega através dos alimentos, mas se o cálcio não é suficiente, ele tira do principal órgão de reserva, os ossos. Quais são as conseqüências da falta de cálcio? Para que o cálcio se fixe nos ossos, ele precisa da vitamina D. Uma quantidade inadequada desta vitamina pode interferir na correta mineralização do esqueleto. Nas crianças a falta de cálcio produz o raquitismo. Que alimentos contém cálcio? Além dos lácteos, os ovos, os legumes, frutas secas e folhas verdes. E se não posso tomar leite? Se você é mãe alérgica ao leite de vaca, deve se perguntar quais as conseqüências de não consumir este alimento tão básico para sua saúde. Os leites artificiais para lactantes com esse problema, substituem as fórmulas de uso habitual garantindo um aporte suficiente de cálcio. Qual a quantidade de cálcio que uma grávida precisa? Uma quantidade aproximada de 1.200mg por dia que se pode conseguir, principalmente, dos alimentos lácteos (leite, iogurte, queijos) pois são a melhor fonte deste mineral. Tenha em conta que com meio litro de leite por dia, se obtém 60% das necessidades diárias. Esta é a quantidade que deve tomar seu filho de 1 a 6 anos. É verdade que o cálcio também previne a hipertensão? É verdade. As mulheres grávidas que consomem as quantidades adequadas de cálcio são menos propensas a sofrer de hipertensão durante a gestação. Fonte: www.ultrasom3d.com/Materias/calcio/calcio.htm

Deixe uma resposta