Como devo limpar os ouvidos? Posso usar cotonetes?

Não há necessidade de limpar os ouvidos usando cotonetes ou qualquer outro instrumento

 

 

Não há necessidade de limpar os ouvidos usando cotonetes ou qualquer outro instrumento. O próprio organismo se encarrega de eliminar o excesso de cerume, jogando-o para fora do canal. Quando usamos cotonetes, acabamos por empurrar novamente para dentro do ouvido aquele cerume que o organismo já havia eliminado. A limpeza deve ser feita bem de leve e com cuidado com uma toalha, apenas no orifício externo do canal auditivo. O ritual começa com a inocente e justificável higiene externa. “Vou limpar só a parte de fora pra tirar o excesso”, é o que diz a maioria das pessoas que chegam até o consultório médico. Pode acontecer uma maior produção de cerume, em determinados momentos, como acontece com algumas mulheres no período menstrual ou com algumas pessoas em situações de estresse. Pessoas com pele oleosa também podem ter essa tendência. E é ao usar o cotonete para a dita limpeza superficial que mora o problema, isso não deve acontecer.

 

Primeiro porque o ouvido já tem um mecanismo de auto-limpeza que empurra as células cutâneas mortas para fora. Segundo, porque o uso de cotonete pode causar um processo inflamatório que atinge a pele do canal auditivo externo, além de empurrar a cera para dentro, formando um tampão de cera. Esse tampão pode provocar uma sensação de eco e até comprometer a audição. E terceiro, porque, diferentemente do que muitos pensam o cerume não é sujeira, ele funciona na verdade como proteção. Outro problema bastante comum é a otite externa. Essa é uma infecção causada por microorganismos que podem ser transportados também pelo cotonete. Em alguns casos, os cotonetes podem ainda perfurar a membrana do tímpano, causando sangramento e surdez parcial. Neste caso, o paciente deve recorrer ao otorrinolaringologista. Fonte: Dr.Eric Thuler /www.eric.thuler.com.br/

Deixe uma resposta