Conciliando a amamentação e o trabalho fora de casa

Praticar o aleitamento materno exclusivo. 2. Avaliar no local de trabalho onde poderá retirar e

 

O trabalho materno fora do lar é um obstáculo à amamentação. Apesar disso, as taxas de aleitamento materno entre as mães que trabalham fora do lar mostram que é possível conciliar trabalho e amamentação. Conselhos a observar: 1. Praticar o aleitamento materno exclusivo. 2. Avaliar no local de trabalho onde poderá retirar e armazenar o leite. 3. Familiarizar a criança com antecedência (10 a 14 dias) com a pessoa que vai cuidar dela e o alimento que vai receber na sua ausência. 4. Amamentar o maior número de vezes que puder, quando estiver em casa. 5. Amamentar logo antes de sair de casa e assim que chegar. 6. Não alimentar o bebê próximo do horário de chegada da mãe para que o seio seja esgotado durante a mamada. 7. Evitar ao máximo o uso de biberão no período em que a mãe estiver fora de casa. Se a criança não for muito pequena, alimentá-la com papas ou sumos, usando uma colher ou um copinho. 8. Durante as horas do trabalho, esgotar o seio manualmente, ou com bomba, e guardar o leite no frigorífico no máximo 24-48 horas. 9. Oferecer o leite à criança na ausência da mãe ou congelá-lo (até 6 meses). 10. O leite em estoque nunca deve ser fervido ou colocado no microondas. Deve-se deixar descongelar naturalmente e aquecer em banho-maria. Fonte: www.orientacoesmedicas.com.br

Deixe uma resposta