Cuidados com a pele

Cuidados com a pele 001. Qual a importância de ter como hábito a limpeza diária da pele? Para manter a pele com aparência saudável, é necessário ter como hábito a sua limpeza diária, que tem como finalidade remover as células mortas, maquiagem, secreções sebáceas e impurezas. A água sozinha é ineficaz para a limpeza da pele, principalmente a oleosa. Podem ser utilizados produtos que tenham a função de emulsificar os ácidos graxos (gorduras) da pele, sem causar ressecamento. Sabonetes alcalinos (os de pH básico, que são diferentes do pH da pele, pois este é ácido) tendem a deixar a pele áspera e seca, sendo preferíveis sabonetes líquidos e cremosos, elaborados com tensoativos de baixa irritação cutânea. A pele elimina permanentemente sebo e gorduras, que constituem uma emulsão com o suor,formando uma película hidrolipídica. Esta emulsão é fundamental para a lubrificação, coesão e proteção da pele. Quando as glândulas sebáceas produzem mais sebo do que é necessário, a pele se torna oleosa ou seborreica. 002. Qual o melhor produto de limpeza para a minha pele? As pessoas com esse tipo de pele devem usar produtos capazes de proteger e, ao mesmo tempo, regularizar a produção sebácea. Podem ser utilizados leites ou loções de limpeza “oil free”, géis ou soluções hidroalcoólicas para a higiene diária, devendo ser evitados produtos com excesso de álcool, que acabam levando a uma piora da oleosidade da pele (“efeito rebote”). Produtos adstringentes e esfoliantes também podem ser úteis, uma vez que ajudam na limpeza e renovação celular da pele. Pessoas com pele normal ou seca devem preferir leites ou loções de limpeza, que são produtos que ajudam a manter a aparência saudável da pele sem ressecá-la. Loções tônicas também podem ser úteis, pois ajudam a “firmar” a pele, a retirar eventuais resíduos dos leites ou loções de limpeza, além de restabelecer o ph cutâneo. 003. Por que devemos manter a pele hidratada? A desidratação e a diminuição da elasticidade da pele ocorrem quando a perda de água do extrato córneo (camada de células mortas e mais externa da epiderme) é maior que a sua reposição. Como já citado anteriormente, a pele possui em sua superfície uma espécie de mistura de sebo e suor, chamada película ou manto hidrolipídico, que tem como função manter o teor adequado de água na pele, além de defende-la de agressões externas e de infecções por microorgamismos, como fungos e bactérias. Vários fatores podem fazer com que a pele fique desidratada. As variantes climáticas, como o vento, as mudanças bruscas na temperatura e o ar seco, favorecem a evaporação da água através da pele, diminuindo seu grau de hidratação. As substâncias químicas, como detergentes e solventes orgânicos, eliminam a gordura da superfície da pele, fazendo com que ela fique desprotegida e se desidrate. Além disso, com o processo de envelhecimento, o teor de água da pele vai diminuindo. Por isso, é comum ver idosos com a pele ressecada. Uma pele seca, desidratada, pode ter a sua função de proteção comprometida, além ser, também, um problema estético, pois seu aspecto é opaco, áspero, sem elasticidade e com tendência à descamação. 004. O que fazer para manter a hidratação da pele? Alguns cuidados são de fundamental importância para manter a hidratação da pele: evitar banhos quentes e muitos demorados, não utilizar sabonetes alcalinos em excesso e não dispensar um bom hidratante. Vários são os princípios ativos utilizados em produtos de ação hidratante. Existem as substâncias que promovem uma hidratação ativa da pele, como a uréia , o lactato de amônio, as ceramidas, a elastina e o ácido hialurônico. Já os agentes de oclusão impedem a perda de água através da pele. São ativos de ação oclusiva os óleos vegetais ( abacate, macadâmia, maracujá, malaleuca, prímula), lanolina, silicones. Existem, também, os ativos umectantes e higroscópicos, que mantêm as superfícies úmidas por retenção hídrica superficial. São exemplos dessas substâncias o propilenoglicol, a glicerina, o sorbitol, os fitoleites e o D-Pantenol. As pessoas com pele oleosa devem preferir hidrantes em veículos gel, gel creme ou loção “oil free”. Já as pessoas com pele seca podem usar produtos em creme, loção cremosa ou, até mesmo, “cold cream”. Orientações da Dra. Carla Skromov de Albuquerque, médica dermatologista formada pela Santa Casa de São Paulo. Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Deixe uma resposta