Drenagem linfática, técnica de massagem que garante beleza e saúde.

Criada na década de 30, a drenagem linfática ainda é uma

 

 

Criada na década de 30, a drenagem linfática ainda é uma das armas mais eficazes e seguras no combate à celulite e gordura localizada. O inverno é o momento de preparar o corpo para o verão, livrando-o da celulite e gordura localizada. E nada melhor do que começar pela mais tradicional e segura das massagens: a drenagem linfática, técnica desenvolvida na década de 30, na Dinamarca, pelo fisioterapeuta Emil Vodder. Como o próprio nome diz, a drenagem linfática é uma técnica de massagem, manual ou mecânica, que tem por objetivo estimular o sistema linfático a eliminar toxinas. Nos vasos linfáticos circula a linfa, líquido responsável pelo escoamento do excesso de água e resíduos metabólicos que ficam no interstício (tecido entre as células). A proposta da drenagem linfática é exatamente tornar todo esse processo mais eficaz, aumentando a oxigenação e estimulando a regeneração das células. Como é feita A drenagem linfática manual consiste em movimentos circulares, suaves e precisos, sobre o caminho percorrido pelos vasos linfáticos. Na versão mecânica, alguns aparelhos reproduzem o movimento de pressão e descompressão; outros aplicam estimulação elétrica em pontos específicos do corpo.

 

Indicações

A drenagem linfática tem inúmeras indicações. A mais “famosa” delas é no combate e prevenção da celulite e gordura localizada. Mas a massagem também é a principal indicação para recuperação de edemas (inchaços) pós-cirúrgicos, especialmente nos casos de cirurgias plásticas (lipoaspiração, mamoplastia, cirurgia de abdômen e rosto). Nesses casos, a drenagem ajuda o organismo a reagir, eliminando líquidos que causam o inchaço e acelerando a recuperação. A massagem também é indicada para casos de má circulação sanguínea, varizes, tensão muscular, enxaqueca, hipertensão e até sinusite. Além disso, por estimular o sistema nervoso parassimpático, é ótima para relaxar e afastar o estresse. O método só é contra-indicado para quem sofre de insuficiência renal, trombose, hipertireodismo e para portadores de tumores no sistema linfático. Estética No quesito estética, a drenagem linfática é sem dúvida um método eficaz para prevenir a celulite e a gordura localizada. Ao reduzir a retenção de líquidos e eliminar toxinas, ataca na raiz as causas desses dois fantasmas da beleza feminina. Nos casos em que a celulite e gordura localizada já apareceram, a drenagem linfática é normalmente indicada como coadjuvante de outras terapias ou em parceria com o uso de cremes de tratamento, potencializando os efeitos positivos. Outra vantagem da drenagem linfática é a segurança, já que o método não envolve a administração de medicamentos. De quebra, a técnica traz benefícios para o organismo como um todo. Onde fazer É fundamental que a drenagem linfática seja aplicada por um profissional habilitado. A massagem exige conhecimento do sistema linfático e das técnicas específicas. Caso contrário, será inócua. Consulte o site da Sociedade Brasileira de Medicina Estética www.sbme.org.br para encontrar profissionais e clínicas com segurança. Fonte: www.natura.net

Deixe uma resposta