Gravidez: o desconforto dos primeiros meses

Além disso, o estômago perde um pouco da sua capacidade de armazenamento porque passa a ser

 

Azia: esse desconforto acompanha algumas mulheres durante a gestação, sendo que algumas só a sentem no início e no fim. Outras porém, sentem o tempo todo. A azia é o refluxo do conteúdo do estômago para o esôfago e acontece devido à ação de hormônios que “relaxam” a válvula do esôfago. Além disso, o estômago perde um pouco da sua capacidade de armazenamento porque passa a ser pressionado pelo útero em desenvolvimento. Evite dobrar-se para frente, procurando agachar-se ou deitar-se com um ou dois travesseiros a mais. Faça pequenas refeições de 2 em 2 horas, de preferência sem beber nada. Nunca deite logo após as refeições. Nos três primeiros meses de gestação, você pode sentir-se um pouco cansada e desanimada. Além disso, pode sentir mal estar devido aos enjôos. Isso poderá fazê-la desinteressar-se por sexo momentaneamente. Gengivas frágeis: as gengivas podem inchar um pouco ou ficar esponjosas, sangrando com maior facilidade. Ao contrário do que em geral se pensa, os dentes não perdem cálcio durante a gestação. Isso significa que a gravidez não danifica os dentes diretamente, embora aumente o risco de novas cáries, pois em função dos enjôos, muitas mães acabam relaxando com a higiene bucal nos primeiros meses. Por isso, convém ir regularmente ao dentista durante o período de gestação. A tontura às vezes acontece pela carência de açúcar no sangue. Em geral é causada por jejum prolongado. Tenha sempre com você, frutas, biscoitos integrais e passas. Além disso, evite ambientes fechados, muita roupa e banhos quentes. Outros fatores de tontura são a pressão baixa e problemas circulatórios. Durante a gestação a pressão arterial, especialmente a chamada mínima, costuma baixar em conseqüência de uma dilatação natural das veias e artérias. Além disso, em várias ocasiões o fluxo de sangue fica comprometido pela pressão do útero sobre algumas veias ou por causa de posturas inadequadas, dificultando a irrigação do cérebro. Não aplique nenhum creme sobre a barriga antes da ultra-sonografia, pois poderá impedir a boa visualização do feto. Sobre a VITAMINA D A Vitamina D tem a função de regular o metabolismo do cálcio e do fósforo, necessários ao bom desenvolvimento dos sistemas nervoso, muscular e imunológico. Ela é produzida na pele pela ação dos raios ultravioletas do sol e transformada no corpo em um hormônio, o calcitriol, necessário para o transporte do cálcio do intestino para o organismo. Na alimentação as fontes são menos abundantes, mas pode ser encontrada nos peixes gordos (sardinha, atum, salmão), no fígado, na gema de ovo e na gordura do leite. Aprenda a contornar seus enjôos Enjôos e Vômitos: cerca de 50 a 70% das mulheres sofre com isso nos três primeiros meses. Apesar de estarem ligados à presença de um hormônio, podem também indicar problemas com ansiedade e medo. Na maioria das vezes, desaparecem no segundo trimestre. De manhã, quando são mais comuns, procure comer algo seco como um biscoito antes mesmo de escovar os dentes, e se possível, ainda na cama, antes de levantar-se. Evite o alho e a cebola (pelo odor muito forte), os temperos, os condimentos, os molhos ácidos e comidas gordurosas. Fuja de cheiros fortes e nunca fique de estômago vazio. Pressão Arterial Hormônios e Silhueta É normal que a pressão arterial caia em média 20% durante a gestação, devido a um relaxamento no sistema venoso e arterial provocado pelos hormônios, a fim de aumentar sua capacidade de conter mais líquidos, afinal o volume de sangue é 50% maior durante a gestação. Para quem já tem pressão baixa, essa ação dos hormônios pode aumentar o risco de desmaios. Mantenha-se sempre hidratada, ingerindo líquidos em grande quantidade. A mudança hormonal durante a gestação pode deixá-la insegura e frágil. São muitas transformações e esses sentimentos são normais e esperados. Não se sinta culpada se sentir vontade de chorar. Não menospreze suas dúvidas e não tenha vergonha de pedir um colinho e toda a ajuda que precisar. Sua silhueta começa a se alargar, mas a impressão é mais parecida com a de ter engordado,do que com a de estar grávida. Formigamento nas mãos O mesmo mecanismo que faz o organismo reter mais líquidos e provoca inchaço nas pernas, também pode atingir as mãos. Quando o punho incha, os nervos da região sofrem uma compressão que causa formigamento e perda de força muscular. Fisioterapia e acupuntura são boas soluções para o problema. Fonte: www.rodrigo.pro.br

Deixe uma resposta