Hábitos que evitam a má digestão

Alimentos com muita gordura retardam o esvaziamento gástrico

O seu médico pode fazer você se sentir melhor, seja através de uma medicação ou de uma orientação adequada. Mas você também pode se ajudar, criando hábitos simples e saudáveis. Hábitos Alimentares Faça refeições leves: comer em excesso, seja o que for, não é nada saudável, pois pode sobrecarregar o seu trato digestivo, dificultando a digestão dos alimentos. Coma devagar: O trato digestivo possui um ritmo próprio para movimentar os alimentos digeridos. Fazendo as refeições com mais calma, você estará ajudando a digestão e evitando a sensação de empachamento. Mastigue bem os alimentos: Pequenas partículas de alimento são mais facilmente digeridas e absorvidas. Por isso, refeições apressadas e alimentos mal mastigados dão muito mais trabalho ao estômago. Evite “tirar soneca” após as refeições: Deitando, a possibilidade de regurgitações é maior, e sobrecarrega o seu estômago. Alimentação Evite comidas gordurosas: Alimentos com muita gordura retardam o esvaziamento gástrico e demoram mais para serem digeridos. De uma maneira geral, comer bem significa comer um pouco de tudo: pão, legumes, verduras, frutas, peixes, carnes e derivados do leite. Evite beber líquidos contendo gases ou alimentos fermentados: Os gases, acumulando-se no estômago, podem causar sensação de empachamento e provocar arrotos. Bebidas Beber líquidos depois de terminada a refeição: Para conseguir um bom esvaziamento gástrico, o estômago não deve ser preenchido apenas por líquidos que podem fazer você se sentir “cheio” antes mesmo de terminar a refeição.

 

Diminua os cafezinhos: O café não só compromete o esvaziamento gástrico como também relaxa os músculos que impedem a passagem dos alimentos do estômago para o esôfago. Sob os efeitos da cafeína, alimentos vindos do estômago podem facilmente voltar à garganta. O resultado é regurgitação e sensação de queimação no estômago. Evite bebidas alcoólicas: O álcool irrita a parede do estômago. Comportamento Evite fazer esforços físicos excessivos: O aumento da pressão sobre o estômago pode agravar o quadro de pessoas com refluxo gastro-esofágico. Evite usar roupas muito justas: Elas também “apertam” o estômago, impedindo seu funcionamento normal. Reduza o número de cigarros ou pare de fumar: O cigarro influi negativamente sobre o trato digestivo. Parar de fumar ou diminuir o número de cigarros será muito benéfico à sua saúde. Evite o stress: O stress e as emoções fortes refletem sobre o funcionamento do seu estômago. Por exemplo, algumas pessoas ficam agitadas e perdem logo o apetite. Eleve a cabeceira do leito: O refluxo noturno é muito comum e muitas vezes não é percebido durante o sono. Elevar a cabeceira do leito em 15 cm. vai melhorar essa situação. Emagreça se você estiver acima do peso normal: Excesso de peso pode aumentar a pressão sobre o estômago. Resumindo: tente encontrar a melhor solução para você, para o seu stress e ansiedade, procurando não fazer da refeição uma obrigação, em meio à correria, mas sim um prazer. Conte seus problemas ao médico que ele certamente terá como ajudá-lo. Juntamente com esses hábitos, faça algum esporte ou atividade física. Você não só estará melhorando a saúde do seu estômago como também vai aumentar o seu bem-estar em geral. Fonte: cirurgiaendocrina

Deixe uma resposta