Hidratação diferenciada para cada parte do corpo

Com necessidades específicas, regiões corporais pedem cuidados exclusivos

 

 

Com necessidades específicas, regiões corporais pedem cuidados exclusivos. Maior órgão do corpo humano, a pele exige uma série de cuidados no que diz respeito à hidratação corporal. Tal medida é essencial para manter as reservas de água no organismo e evitar a perda de elasticidade, maciez e suavidade, situações que determinam uma pele seca, áspera e sensível. Cada região do corpo, no entanto, merece atenção exclusiva, com composições específicas e adequadas à espessura e necessidade de nutrição, bem como a aplicação correta para potencializar os efeitos. Uma regra vale para todas as partes do corpo: evitar banhos quentes e demorados, que retiram o manto hidrolipídico, camada natural composta por água e gordura e responsável por evitar infecções por fungos e bactérias. “Para manter a camada de oleosidade da pele, a temperatura do chuveiro deve ser morna e o banho não deve demorar mais do que 20 minutos”, explica o dermatologista Mario Grinblat. Já os banhos de banheira devem ser moderados, com imersão de no máximo 15 minutos, e nunca em dias consecutivos.

 

O uso de bucha ou pedra-pome deve ficar restrito às partes do corpo mais resistentes, como cotovelos, joelhos e pés. Os sabonetes ideais são os hidratantes, à base de glicerina ou com composição adequada ao tipo de pele. Até os menos agressivos devem ser usados moderadamente no corpo, com exceção das axilas, pés e região genital. “Produtos compostos por ácido hialurônico, uréia, lactato de amônia, ceramidas e elastina têm capacidade de hidratar a pele sem contra-indicações consideráveis”, esclarece Grinblat. Mas não deve haver excesso no uso de buchas e sabonetes com formulação comum, especialmente durante o inverno e em locais em que predomina clima seco. O ressecamento da cútis pode ser provocado por fatores externos (vento, sol, mudanças bruscas de temperatura e ar seco) ou pelo contato com detergentes, solventes orgânicos e uso de loções tônicas. Além de beber bastante líquido, uma saída para evitar a perda de água é a aplicação de produtos com ativos de ação oclusiva, como óleos vegetais (abacate e maracujá, por exemplo), silicone e lanolina. Quem tem pele oleosa deve optar pelo hidratante em gel ou loção oil free (sem óleo); no caso de textura mais seca, é indicado o uso de loção cremosa ou produto em creme. A aplicação, sempre após o banho, deve acontecer com movimentos circulares e suaves em todo o corpo, com atenção especial para o rosto. Fonte: infonet

Deixe uma resposta