Higiene com o bebê

Ele não dói quando você usa álcool, por exemplo, para limpá-lo, o bebê pode chorar pelo simples

 

Higiene com o bebê Lave suas mãos sempre antes de pegar no seu filho. Banho do bebê Pode ser mais de uma vez ao dia, com o uso de sabonete neutro, principalmente no primeiro mês de vida, e em local adequado (sem corrente de ar, com a água da banheira em temperatura adequada, etc…). Não há necessidade da água do banho ser mineral nem ser fervida. Importante: Não se deve usar talco ou perfume após o banho. Coto Umbilical Não tenha medo de limpar o coto umbilical do bebê. Ele não dói quando você usa álcool, por exemplo, para limpá-lo, o bebê pode chorar pelo simples fato de estar um pouco imobilizado ou do produto deixar a pele mais fria. O medo deve estar em não realizar a limpeza de forma adequada pois pode acarretar em infecção do coto umbilical e aí sim, pode ser grave. Nunca use nenhum produto no umbigo sem antes falar com seu médico e principalmente, nunca use produtos caseiros. O uso de moedas e faixas no umbigo também deve ser evitado pois, além de não evitar a hérnia umbilical (ou “umbigo estufado”), prejudica a respiração do bebê, qu e nesta fase da vida é chamada abdominal e também predispõe à infecções com mais facilidade. Observação: Algumas crianças recebem alta do hospital com aquele “grampo” no umbigo. Sem problema desde que você leve ao Pronto Atendimento ou Posto de Saúde para retirá-lo assim que a “geléia” do coto estiver seca. O “grampo” não deve permanecer por muito tempo para não provocar machucados na pele do bebê ou sangramento do umbigo. Lembre-se que o coto umbilical cai, em média, 7 dias após o nascimento e pode causar um pequeno sangramento observado na fralda. Se o sangramento for muito intenso ou apresentar secreção importante, a criança deverá ser levada ao pediatra. Correto: No banho do bebê, lavar com água e sabonete neutro o coto umbilical, secá-lo bem e proceder a limpeza com álcool à 70% ou merthiolate incolor, desde a base até o final do coto. Até a queda do coto umbilical, deve-se limpá-lo várias vezes ao dia e deixá-lo fora da fralda para que não fique molhado com o xixi do bebê. Assim ele secará mais rápido. Se o coto umbilical já tiver caído, limpe bem dentro da cicatriz umbilical com os mesmos produtos. Roupas Lembre-se que o bebê também sente calor e não só o frio e ficam irritados toda vez que estão agasalhados demais acabando por chorar e podendo aparecer as terríveis brotoejas. Portanto, sempre pense em você usando a quantidade roupas que está vestindo no bebê. Evite o uso de roupas de lä, principalmente quando ficam em contato direto com a pele do bebê. Cólica do Bebê Evitar o uso de medicações antiespasmódicas, chás com açúcar pois pioram ao invés de melhorar o quadro, usar e abusar de massagens abdominais, compressas quentes ou bolsas de água quente no abdome, e principalmente, manter-se calma e segura em relação ao bebê. Choro A única forma que o bebê tem para se comunicar, nos primeiros meses de vida, é através do choro, por isso, quando o seu pequenino desatar a chorar, nada de pânico! Veja se ele não está com a fralda suja, se não está com calor frio, ou mesmo se não esta com fome. Nos primeiros dias de vida, a criança não tem um horário muito regular para mamar e por isso, choram com mais frequência. Caso não seja nenhum dos problemas já verificados, observe se não está com cólicas. Em caso de dúvida, entre em contato com um profissional de sua confiança para solucionar os problemas e lembre-se, não ofereça nenhuma medicação, por mais corriqueira que seja, sem a orientação de seu médico. Fonte: www.galzerano.com.br/cuidadodemae_hig_bebe.php

Deixe uma resposta