HPV – Aprenda a se proteger

Apesar do nome pouco conhecido, o vírus HPV está entre os maiores

 

 

Apesar do nome pouco conhecido, o vírus HPV está entre os maiores inimigos da saúde da mulher. Sexualmente transmissível, é um dos causadores do câncer do colo do útero. Aprenda a se proteger dessa ameaça. Uma linda noite romântica pode deixar como recordação mais do que doces lembranças. Se o casal não tiver o cuidado de usar preservativos, além do risco da gravidez indesejada, corre o perigo de contrair os vírus da Aids, hepatite B, herpes e o HPV, a sigla (em inglês) do vírus do papiloma humano. Embora menos conhecido do que os outros, o HPV é capaz de fazer grandes estragos nos órgãos genitais e na saúde geral. Aprenda a se proteger Use preservativo nas relações sexuais (a menos que seja um relacionamento estável e monogâmico).

 

Depois de iniciar a vida sexual, não deixe de fazer o Papanicolaou todo ano, se possível associado à colposcopia. Se você muda de parceiro com alguma freqüência, repita o Papanicolaou a cada seis meses. Procure um médico na presença de corrimentos, ardores, coceiras, verrugas nos genitais ou dores durante a relação sexual e faça todos os exames que ele pedir.

O exame ginecológico não é suficiente para diagnosticar o HPV. Nunca use pomadas, óvulos ou cremes vaginais por conta própria. Siga o tratamento conforme a orientação médica e não falte à consulta de retorno. Depois de 45 dias, repita os exames para comprovar a eficácia do tratamento. Peça ao seu parceiro que faça o exame peniscopia para saber se possui o HPV e, se for o caso, fazer o tratamento necessário. Também é uma forma de prevenir a reinfecção. Fonte: www2.uol.com.br/simbolo/corpoacorpo

Deixe uma resposta