Infecção urinária: sintomas mais comuns

Nos homens, as infecções urinárias

 

A infecção urinária é provocada por bactérias, vírus, fungos e outros microorganismos, levando a inflamação dos rins e das vias urinárias. O tipo mais comum em adultos é a cistite, inflamação da bexiga que ocorre principalmente em mulheres. A própria anatomia feminina favorece a infecção, já que a vagina fica muito próxima da uretra, canal por onde sai a urina. Nos homens, as infecções urinárias estão relacionadas, geralmente, a problemas de cálculo renal ou a complicações com a próstata. Um tratamento médico rigoroso é fundamental para restabelecer a saúde, em todos os casos. – QUEM PODERIA TER UMA INFECÇÃO URINÁRIA? . Pessoas com diabetes; . Mulheres que usam diafragma como método contraceptivo; . Quem tem histórico de cálculos renais (pedras nos rins); . Quem foi submetido à passagem de sonda vesical. – QUAIS SÃO OS SINTOMAS MAIS COMUNS? . Vontade freqüente de urinar ou dificuldades no banheiro; . Vontade freqüente ou dificuldade de urinar; . Dor, queimação ou ardência ao urinar em casos mais avançados; . Urina com cheiro forte, podendo ter sangue ou pus; . Dor nas costas e no estômago; .

 

Tremores, suores, calafrios; . Náuseas, vômitos e febre. – QUAL O TRATAMENTO? As infecções urinárias são combatidas com facilidade a partir do uso de antibióticos de eficácia comprovada. A duração do tratamento depende do diagnóstico e da gravidade da infecção. Crianças e principalmente mulheres grávidas devem receber cuidado médico especial. – COMO SE PREVENIR? . Ingira bastante água, pelo menos 2 litros por dia, isso contribui para a formação de um maior volume de urina e a eliminação de eventuais bactérias; . Faça xixi sempre que tiver vontade; . As mulheres devem ter cuidados especiais com sua higiene após urinar. Use sempre o papel higiênico de frente para trás. Nunca o contrário, porque pode levar microorganismos da região anal para a vagina, aumentando o risco de infecções; . Caso persistam os sintomas, o uso de antibióticos pode ser indicado pelo seu médico. Fonte: Bayer Schering 

Deixe uma resposta