Informações e dicas sobre bebê prematuro

Este é um texto introdutório de exemplo para visualização do novo Site Médico. Em breve, totalmente reformulado.

O que é bebê prematuro? Bebê prematuro é aquele que nasce antes de completar 38 semanas de gestação. Existem os casos de bebês: – Extremamente prematuros – que nascem com menos de 30 semanas de gestação; – Moderadamente prematuros – que nascem entre 31 e 36 semanas de gestação; – Prematuros limítrofes – que nascem entre 37 e 38 semanas de gestação. O bebê prematuro, em geral, permanece durante certo tempo numa incubadora. Trata-se de um aparelho cuja a temperatura é mantida constante e no qual o bebê pode receber oxigênio para facilitar sua respiração. Como está mais propício a contrair infecções , o prematuro tem na incubadora o ambiente ideal para os seus primeiros dias de vida. Dicas: O primeiro passo é manter a produção do leite. Depois dos primeiros dias após o parto, é necessário que o bebê esteja sugando o peito para que a produção de leite seja mantida. Entretanto, nesta época, geralmente os bebês prematuros, principalmente os muito pequenos, estão impedidos de fazê-lo. Neste período, a mãe pode manter a produção fazendo regularmente o esvaziamento dos seios, manualmente ou com bombas de tirar leite. Mesmo não sendo tão eficientes quanto a sucção do recém-nascido, estes métodos são capazes de manter a lactação. A mãe deve se alimentar adequadamente, beber bastante líquidos e procura repousar sempre que possível. Assim que o bebê estiver em condições, deverá ser colocado ao seio. Mesmo que a quantidade de leite não seja ainda suficiente para alimentá-lo, não há razão para desanimar: a medida que a criança sugar o seio, ela irá estimular a produção de mais e mais leite. O bebê não ficará sem alimentação – existem recursos para substituir o leite materno enquanto o bebê não puder mamar no peito. Além disso, o leite materno extraído poderá ser administrado ao bebê, enquanto ele não tiver forças para sugar o peito. Os médicos e enfermeiras da UTI poderão ajudar as mães nesta tarefa manter a lactação e iniciar a alimentação no seio materno. Mesmo não sendo tão fácil como pode parecer, com o apoio do pai do bebê e da família, confiança em sua capacidade de amamentar e a ajuda da equipe da UTI, a mãe do prematuro poderá vir a amamentar. Fonte: www.compuland.com.br

Deixe uma resposta