Lentes de contato: conheça as verdades e mitos

Alguns cuidados são essenciais na hora de

 

As primeiras lentes desenvolvidas foram as acrílicas, por isso, elas são toleradas por um número limitado de pessoas. Feitas com polimetilmetacrilato, um plástico durável, elas impedem a transmissão direta do oxigênio para a córnea. As lentes rígidas, apesar de menos confortáveis para alguns, são a melhor opção nos casos de astigmatismo, pois dão maior regularidade à córnea. Fáceis de limpar, elas podem ser guardadas úmidas ou secas e proporcionam correção satisfatória da visão para a vasta maioria dos pacientes. O controle periódico é imprescindível. Já as lentes gás permeáveis siliconadas ou fluorcarbonadas são elaboradas a partir da combinação de plástico e silicone. Sua maior qualidade é permitir que o oxigênio passe através delas, chegando mais facilmente à superfície corneana. São menos duráveis que as convencionais, porém mais confortáveis. Pode-se optar por lentes de uso diário ou prolongado. Alguns cuidados são essenciais na hora de escolher a lente ideal.

 

São eles: observar se há irritação freqüentes nos olhos, alergias severas, olhos secos, ambiente de trabalho poluído e também a incapacidade manual de realizar cuidados de higiene com as lentes. Procure sempre um oftalmologista antes de optar pelo uso da lente de contato. Só ele poderá dizer que a lente é a melhor opção para seu caso. Conheça alguns mitos e verdades do uso das lentes É mentira! . Lente de contato provoca câncer; . A adaptação não é possível após os 40 anos; . Pode-se nadar com qualquer tipo de lente; . Não poderá ser usada pós cirurgia refrativa; . Não indicada para pacientes da terceira idade; . Lentes podem ser adquiridas em qualquer lugar; É verdade! . Não adquira lentes de contato sem consulta e acompanhamento médico; . Exames complementares como topografia corneana e o teste de função lacrimal, são indispensáveis para a adaptação adequada de sua lente de contato; . Não use medicamentos com as lentes de contato sem ordem médica; . Visite seu médico regularmente para avaliar suas lentes; elas deverão ver trocadas periodicamente; . Após cirurgia plástica, não use as lentes sem antes passar pelo oftalmologista; . O sistema de limpeza das lentes de contato varia de acordo com o material de que são feitas, das características do seu olho e do seu ambiente de vida; Fonte: Redação com Instituto de Moléstias Oculares (Into)

Deixe uma resposta