Livre-se das olheiras

Corretivo, peelings, laser e até massagens. Conheça os métodos usados

 

 

Corretivo, peelings, laser e até massagens. Conheça os métodos usados para apagar essas manchas que atrapalham a beleza feminina. A pele que cobre a área dos olhos é muito delicada e merece cuidados mais do que especiais. Para você ter uma idéia, essa pele tem apenas 0,4 milímetros de espessura, enquanto a do restante do corpo mede 2 milímetros. É por isso que um acúmulo extra de melanina (pigmento que dá cor à pele) ou de vasinhos nessa região acaba transparecendo facilmente na forma de olheiras. O grande inconveniente dessas manchas é a aparência de cansaço que fica estampada na cara. Para amenizar as olheiras e aliviar a expressão vale tudo: das antigas e milagrosas compressas de chá-de-camomila a massagens específicas para os olhos e o uso de raio laser. É bom lembrar que nenhuma dessas técnicas resolve o problema cem por cento, mas a melhora é considerável.

 

Mais um aviso: o tratamento surte efeito apenas quando se ataca o problema de acordo com sua origem. Por isso, se você não vê diferença, é provável que esteja adotando um procedimento inadequado. Fique de olho e aprenda a se livrar das olheiras! Corretivo nelas! O corretivo é um aliado indispensável para esconder as olheiras e iluminar o olhar – as tops Gisele Bündchen e Cindy Crawford não abrem mão dele! Os tradicionais na cor bege cobrem as olheiras. Já os de cor amarela, mais modernos, funcionam neutralizando o tom arroxeado. Aprenda a usar todos eles: Tom de pele: cobertura perfeita Para acertar na tonalidade do corretivo, teste-o no pulso. Ele deve ter a mesma cor dessa área do corpo, que geralmente é um tom mais claro do que o do rosto. Aplique o corretivo sobre as olheiras dando leves batidinhas com o dedo, para o produto não manchar a pele. Se você não vive sem base, use-a antes. “Para dar acabamento recorra, por último, ao pó facial”, ensina o maquiador Saulo Fonseca. Atenção, esqueça o pó se houver muitas rugas na região. Ele poderá marcá-las ainda mais. Fonte: Comper

Deixe uma resposta