Meditação: usando a mente para alcançar o relaxamento

Outros tipos de técnicas incluem Grupos de Apoio, Hipnose, Biofeedback, e saídas criativas como

 

As técnicas de meditação são praticadas há milhares de anos. O objetivo inicial era ajudar as pessoas a aprofundar seu conhecimento das forças sagradas e místicas da vida. Para muitas, a meditação continua sendo uma prática espiritual e religiosa – as variações da prática de meditação estão presentes em todas as religiões do mundo – mas para um crescente número de pessoas a meditação serve para limpar a mente e focar no momento. Como você medita e onde você encontra inspiração para acalmar sua mente? Siga estes passos para explorar os diferentes tipos de meditação…. O QUE É MEDITAÇÃO? A meditação é uma prática da Medicina Complementar e Alternativa que se encaixa na categoria de Técnicas do Corpo e da Mente. Estes tipos de terapia reforçam a comunicação entre corpo e mente. Outros tipos de técnicas incluem Grupos de Apoio, Hipnose, Biofeedback, e saídas criativas como Arteterapia, Musicoterapia e Terapia de Dança. Há diferentes caminhos à meditação. Geralmente, quando você está meditando, está concentrado. O foco da sua concentração pode ser qualquer coisa – um objeto, um som ou mesmo sua própria respiração. A meta da meditação é o foco naquele momento, tirando as preocupações da mente. PARA QUE SERVE A MEDITAÇÃO? A meditação não é usada no lugar de terapias tradicionais, como os medicamentos que o médico prescreve. Ao contrário, deve-se utilizá-la como complemento de outros tratamentos. A meditação também pode ser usada por pessoas com perfeita saúde, como um meio de reduzir o estresse. As pesquisas médicas sobre meditação são limitadas e se questiona a validade de alguns estudos. Algumas pesquisas mostram que a meditação pode ser benéfica para certas condições se usadas junto a medicamentos ou outras intervenções recomendadas pelo médico, como ansiedade, depressão, estresse, pressão alta ou doenças cardíacas. Como a meditação pode aliviar o estresse, também pode ser útil se você se encontra em alguma situação estressante, já que pode reduzir os efeitos relacionados ao estresse como alergias, asma, dores crônicas e artrite, entre outras. PRINCIPAIS TÉCNICAS DE MEDITAÇÃO Meditação por concentração Acalme a mente. A meditação por concentração foca um único objeto, que pode ser a respiração, uma imagem visualizada mentalmente ou uma imagem real, como a chama de uma vela ou um ícone sagrado. Um dos propósitos da meditação por concentração é ajudar a se concentrar. Se você tem muitas coisas na cabeça e acha que terá dificuldade em se concentrar nas suas atividades diárias, dê um tempo para meditar e volte aos seus projetos renovado. Respire profundamente Se você é um iniciante, comece com esta técnica, pois respirar é uma função natural que você não tem que aprender conscientemente. Simplesmente preste atenção à sua respiração – como se sente quando o ar entra ou sai das suas narinas. Não a siga até os pulmões. Quando perceber que sua atenção está se desviando, volte o foco para sua respiração, suavemente. Examine seu corpo Ao usar esta técnica, coloque sua atenção nas sensações como dor, tensão, calor ou relaxamento em diferentes partes do corpo. Combine a análise do corpo com exercícios de respiração e imagine o calor da respiração ou o relaxamento entrando e saindo de diferentes partes do corpo. Repita um nome ou frase sagrada Um mantra é o nome de uma divindade ou uma frase sagrada que você repete em silêncio ou em voz alta. Se quiser, pode criar seu próprio mantra. Os mantras são os blocos de construção da meditação transcendental. Alguns exemplos de mantras religiosos incluem uma oração para Jesus – na tradição Católica -o nome sagrado de Deus no Judaísmo ou o mantra “Om” no Budismo Tibetano. Exercite sua imaginação Uma prática relacionada é o imaginário guiado, em que a voz de alguém, gravada ou não, conduz você num exercício de visualização. Uma vez que se tenha alcançado um estado de relaxamento profundo, a maioria por meio da meditação, cria-se uma imagem visual do que a pessoa que está fazendo o exercício sugerir. Talvez um lugar calmo, como um jardim, onde você se sinta calmo e seguro. * Elisabete Fernandes Almeida é escritora e editora médica com especialização em Projetos de Educação Médica Continuada. É presidente da Latin-Med Editora Médica, editora médica da Conexão Médica, diretora do departamento de Educação Médica para Leigos da Associação Paulista de Medicina e atua em vários sites médicos.

Deixe uma resposta