Morango e chocolate desbancam formol

Sair do chuveiro e deixar os cabelos secarem ao vento deixou

 

 

Sair do chuveiro e deixar os cabelos secarem ao vento deixou de ser um pesadelo depois que inventaram a escova progressiva. Isso, no entanto, só até os especialistas alertarem para os riscos do formol, ingrediente fundamental na receita milagrosa. Entre saúde e beleza, a primeira – lógico! – saiu ganhando e o jeito foi continuar às voltas com secador, escovas e cremes que diminuem o volume. Mas motivados pelo sucesso dos alisamentos de efeito mais natural (e de orelha queimando de tanto ouvirem as lamúrias das clientes cansadas do secador), os cabeleireiros foram atrás de fórmulas que garantissem o mesmo efeito da progressiva, sem as ameaças embutidas no pacote. O resultado dessa iniciativa são os lançamentos listados a seguir, que alisam, dispensam química pesada e ainda são deliciosamente cheirosos – só essa última diferença já vale aplausos calorosos, ao alforriar os narizes do cheiro pavoroso das escovas com formol. Escova de chocolate Impressionante: quanto mais pesquisas são feitas, mais benefícios dessa tentação delirante são descobertos. Novidade quentíssima nos salões de beleza, a escova de chocolate tem efeito semelhante ao da escova progressiva, dispensando o famigerado formol. Na prática, é feita uma drenagem capilar à base da guloseima, junto a outros ingredientes que prometem acabar com o volume e bombando o look escorrido – entre eles, queratina líquida, proteína da seda e cafeína, todas incluídas na poção. Segundo Brigitte Revollo, cabeleireira do salão Brigitte Fine Arts, a mistura é rica em ácidos graxos, responsáveis pela nutrição dos cabelos.

 

“Todas as substâncias associadas ao tioglicolato de amônia agem recuperando os estragos provocados por agentes naturais ou químicos, e ainda, alisam os fios”, garante a profissional que aplica a técnica. Mesmo quem tem química no cabelo pode se submeter ao método, como comprova a atriz Thalita Veiga. “Adorei a técnica porque não me impede de fazer luzes. A escova de chocolate deixou meus fios lisinhos, tratados e sem o aspecto de alisado.” Tudo começa com um bom jato d` água, seguido de duas lavagens com xampu de limpeza profunda e anti-resíduos. Isso abre as cutículas e permite que a mousse de chocolate penetre profundamente, da raiz até as pontas. A mistura age por dez minutos e, sem enxágüe, o cabelo é escovado. Em seguida, a chapinha é passada mecha a mecha. Para o efeito ficar impecável, nada de lavar ou prender os fios nos próximos três dias. O procedimento todo leva, em média, duas horas para ficar pronto e dura três meses. Escova de morango O gostinho e a essência do morango seduzem quase sem distinção.

Não bastasse, a frutinha de pegada afrodisíaca ainda é rica em vitamina C e dá origem a um alisamento de deixar qualquer um de boca aberta. Queratina, proteínas de seda, lipídios e minerais completam a receita cor-de-rosa. Com efeitos mais suaves que os da escova de chocolate, o tratamento nutre e revitaliza os fios, sendo mais indicado para domar arrepiados ou ondas leves. “Os dois ficam com cara de liso natural”, diz Andréia Vieira, uma das proprietárias do salão Botanic Beauty. Depois de fazer o tratamento à base de fruta, a atriz Maytê Piragibe comemora os resultados. “Agora não sou mais refém do secador. Lavo os cabelos e deixo os fios secarem sozinhos. Eles ficam lisos, sem arrepiados e com um brilho alucinante”, afirma. Primeiro, os cabelos são lavados, por duas vezes, com xampu de limpeza profunda e anti-resíduos – de novo, a história das cutículas: só com elas abertas os produtos fazem efeito. Depois da lavagem, o profissional dá uma boa secada nos cabelos (deixando-os úmidos) e aplica o produto de queratina e extrato de morango. Mais uma lavagem e, então, a máscara de morango é espalhada nas mechas por toda a extensão dos fios. Sem tirar o produto, é hora da escova, seguida pela chapinha. E contente-se em desfilar por aí durante três dias com a cabeleira solta e sem lavar. Retoques a cada três meses mantêm o visual. Fonte: msn.minhavida.com.br

Deixe uma resposta