O que fazer para prevenir as varizes

Além da tendência hereditária, alguns fatores podem

 

Varizes dos membros inferiores são veias doentes da superfície dos membros inferiores que se tornam progressivamente dilatadas, alongadas e tortuosas. Existe uma tendência hereditária para as pessoas apresentarem varizes, provavelmente o pai ou a mãe tem varizes, ou então, um dos avós ou mesmo um tio. Além da tendência hereditária, alguns fatores podem desencadear o aparecimento ou a piora do quadro de varizes. Um dos principais é a gravidez. Outro muito importante é o uso de anticoncepcionais. Ficar muito tempo na posição em pé ou sentada também provoca varizes. Portanto, pessoas que ficam em pé paradas, ou sentadas durante muito tempo, usam anticoncepcional ou têm várias gestações e que apresentam a tendência hereditária, têm uma forte possibilidade de desenvolver o problema. A questão hereditária favorecendo as varizes atinge homens e mulheres igualmente, mas existe uma proporção muito maior de mulheres com varizes do que homens, por causa do efeito do hormônio feminino que agrava o problema. Existem dois tipos de varizes: as chamadas primárias, que aparecem influenciadas pela tendência hereditária e as chamadas secundárias que aparecem por doenças adquiridas no decorrer da vida e são de tratamento mais difícil. As varizes primárias são as responsáveis pelas antiestéticas linhas vermelhas e azuis de diversos tamanhos na perna da mulher e também pelas varizes de maior calibre e são as mais freqüentes.

 

As varizes secundárias são chamadas erroneamente de varizes internas. Varizes internas não existem. Mas, existem sim problemas sérios de doenças nas veias internas, que são as varizes secundárias. Podemos também considerar as varizes, de uma maneira simplista, como leves ou graves. As leves são aquelas que, embora sejam uma doença, não geram um problema de saúde imediato causando mais preocupações estéticas, e as graves são as que causam sérios problemas, como sangramentos, úlceras (feridas), eczema, infecções, vermelhidão, manchas, espessamento da pele, dor, flebite e mesmo a embolia de pulmão, felizmente rara em varizes primárias, mas que põem em risco até a vida do paciente. O sol, sauna, banhos muito quentes e demorados provocam o aquecimento da pele e a passagem de uma maior quantidade de sangue pelos vasos da pele. Se uma maior quantidade de sangue passa pelos vasos superficiais eles se acomodam a essa situação e se dilatam sendo um fator que favorece o aparecimento de vasinhos nas pessoas que são predispostas. Quando estiver exposto ao calor da praia ou da piscina deve-se ter o cuidado de entrar na água a cada 15 ou 20 minutos para evitar que a perna fique muito quente.

Evite o excesso de peso, pois ele sobrecarrega a circulação e provoca o aparecimento de varizes. Ter bons hábitos alimentares é saudável para todo o corpo. O excesso de peso também provoca celulite que está associada as microvarizes e vasinhos. Faça exercícios – eles melhoram a força muscular da perna e, portanto, melhoram a circulação de retorno. Prefira andar, correr e nadar. Evite ficar sentado ou em pé por muito tempo. As varizes surgem quando se está em pé ou sentado e não aparecem quando se está deitado ou em movimento. Quando por motivos profissionais ou sociais for necessário ficar muito tempo parado, sentado ou em pé (no trabalho, em festas, em viagens longas), devemos movimentar os pés, como se estivéssemos acelerando um carro. Esse movimento do tornozelo, chamado de dorso-flexão, leva a musculatura da panturrilha a se contrair ritmicamente, o que faz a circulação funcionar e evita varizes. planserv.ba.gov.br

Deixe uma resposta