O ressecamento vaginal

A lubrificação para as mulheres é correspondente

 

Com o passar dos anos, e as transformações hormonais, nosso corpo pode não responder com a mesma intensidade aos estímulos sexuais, embora o desejo esteja preservado. A lubrificação para as mulheres é correspondente à ereção nos homens. Na gravidez, embora a lubrificação seja mais espontânea, muitas vezes a transformação hormonal acaba provocando, o ressecamento vaginal. O envelhecimento não é responsável pela falta de apetite ou estímulo sexual, muito pelo contrário, embora a resposta sexual não seja tão rápida como antes, a experiência, paciência e equilíbrio, são aliados importantes para uma sexualidade realizadora. Portanto para que a realização sexual genital possa acontecer intensa e satisfatória é importante que os parceiros consigam se soltar, valorizando o toque, possibilitando uma excitação tanto explorando o corpo como um todo, quanto nos genitais, que assim passam a responder de forma intensa.

 

A ereção no homem se torna mais vigorosa e na mulher produzindo uma generosa lubrificação. A percepção do outro é que determinará os toques e carícias mais intensas, pois a excitação pode não estar mais acontecendo como antes, identificar os pontos que provoquem o prazer e o excitamento, não pode se tornar um desafio, mas o resultado da entrega e dedicação. O desejo sexual, nem sempre coincide com a lubrificação, que na relação sexual a lubrificação exerce um papel determinante, facilitando o toque e a fricção, tornando a relação confortável e gratificante. Não acontecendo espontaneamente, utilize um gel lubrificante, encontrado em qualquer drogaria. É um auxiliar muito útil no momento em que a lubrificação não acontece apesar de todo estímulo e esforço. Prefira lubrificantes a base de água, evitando assim o risco de irritação.

Os homens muitas vezes queimam etapas, economizando energia na dedicação à companheira, quando ansiosos, acabam provocando também a ansiedade dela, prejudicando as preliminares sexuais, trazendo como conseqüência, um excitamento pobre, a lubrificação prejudicada, contribui para o ressecamento vaginal. Várias são as causas da falta de lubrificação vaginal, algumas de ordem biológica, outras potencializadas por um desequilíbrio psicológico, cabe aos parceiros identificar os processos desencadeantes, e em nenhum momento abrir mão da própria sexualidade vivendo-a de forma intensa e verdadeira. A realização sexual é um direito e uma necessidade, que nos acompanha até nossa mais avançada idade, não abra mão dela, você só tem a ganhar vivendo uma sexualidade intensa e constante, portanto não permita ser atropelada na vivência e realização de sua plenitude sexual. Bom para o corpo, ótimo para o espírito, excelente para o coração. Fonte: psicoterapeuta Dr. Cássio dos Reis

Deixe uma resposta