Olheiras

Chamamos de olheiras o escurecimento bem definido

 

 

Chamamos de olheiras o escurecimento bem definido que ocorre na região da pálpebra inferior. Esta alteração de pele, muito comum, é a combinação de vários fatores, tais como: • Excesso de vasos, • Excesso de melanina, • Bolsas de gordura, e • Flacidez. Vale lembrar que a pele que cobre a área dos olhos é muito delicada – tem apenas 0,4mm de espessura, enquanto a do restante do corpo mede 2mm. Assim, um acúmulo extra de melanina ou de vasos nessa região acaba transparecendo facilmente na forma de olheiras. O grande inconveniente dessas manchas é a aparência de cansaço que fica estampado no rosto. As olheiras arroxeadas que surgem cedo – às vezes até na infância – normalmente estão relacionadas à predisposição genética e significam excesso de vasos na região embaixo dos olhos. Estresse de noites mal dormidas, cigarros, excesso de bebidas alcoólicas, café e até mesmo o período menstrual pioram o quadro, pois estimulam o fluxo sanguíneo e dilatam os vasos da região. A concentração de melanina na região das pálpebras inferiores, mais comum em pessoas após os 35 anos, também piora as olheiras, mas neste caso a mancha é acastanhada. A flacidez da pele e as bolsas que surgem devido à retenção de líquidos ou ao acúmulo de gorduras nas pálpebras inferiores realçam ainda mais as olheiras. Formas de Tratamento Compressas, cremes específicos, drenagem linfática e aplicação de laser são os recursos disponíveis para amenizar as olheiras.

 

Para o uso de cremes específicos, há aqueles que contêm ingredientes que clareiam as olheiras (Vitamina C, Ácido Kójico, Ácito Fítico, Arbutin, Hidroquinona, e há cremes que ativam a circulação e drenam os líquidos da região, evitando o inchaço (Camomila, Hamamélis, Tília, Arnica e Bardana, e Vitamina K1). Mas isoladamente, os produtos antiolheiras não fazem milagre. São mais eficazes quando usados como coadjuvantes de outros tratamentos. Também os peelings suaves, à base de ácidos retinóico, glicólico ou solução de Jessner, em concentrações adequadas para área dos olhos, promovem a renovação da camada superficial da pele, amenizando as olheiras. A drenagem linfática (massagem que estimula a circulação sanguínea e linfática) pode ser feita manualmente por uma profissional especializada, sendo indicada para casos de retenção de líquidos na região abaixo dos olhos.

O uso de laser ou luz pulsada é o método mais moderno para eliminar olheiras, pois a energia do laser é atraída pelo pigmento do vaso e acaba destruindo-o. Essa técnica produz bons resultados em pessoas de pele clara, que têm vasos bem aparentes. A pele morena, pelo contrário, dificulta o reconhecimento dos valos sanguíneos pela luz e por isso deve ser avaliada com cautela nesses casos. Para essa técnica são necessárias, no mínimo, seis sessões de aplicação de laser e durante esse período, o filtro solar é indispensável, pois a pele pode manchar quando estimulada pelo sol. Fonte: Revista Cosmetic & Toiletries (vol. 19, nº 06, Nov/Dez 2007). Por Denise Steiner – Médica Dermatologista Produtos que contêm os princípios ativos indicados para uso no artigo “Olheiras”: • Loção Tônica com Alantoína, Hamamélis e Vitamina E La Vertuan; • Máscara de Tília La Vertuan; • Gel Creme com Alfa-Hidroxiácidos La Vertuan. Maria de Lourdes Vertuan Farmacêutica-Bioquímica com Qualificação em Cosmetologia Diretora da La Vertuan Cosméticos Fone: (47) 3438-7449 lavertuan@lavertuan.com.br www.lavertuan.com.br

Deixe uma resposta