Os benefícios da ioga na gravidez

Este é um texto introdutório de exemplo para visualização do novo Site Médico. Em breve, totalmente reformulado.

Algumas posturas ajudam a aliviar as dores da coluna Para as futuras mamães, a Ioga pode ser um ótimo auxiliar antes, durante e após o parto. Quem garante é a professora Denise Amazonas, que abriu em Santos o primeiro curso de Ioga especialmente para gestantes. “A gestação é um dos períodos mais luminosos na vida de uma mulher, pois está gerando uma nova vida. Mas também é um período cercado de ansiedade e expectativa. Por isso é tão importante manter–se tranquila e serena”, diz Denise, grávida de seu terceiro filho. Segundo ela, dentro da prática da Ioga há um segmento de exercícios específicos para gestantes. “São exercícios respiratórios que facilitam o parto, além de garantir uma gravidez mais saudável. Algumas posturas ajudam a aliviar as dores da coluna, manter o equilíbrio hormonal do corpo, relaxar o sistema nervoso, preparar a região pélvica para o parto, melhorar a circulação sanguinea periférica, combater a obesidade e melhorar a auto-estima e a relação da mãe com o feto”. Denise esclarece que a prática do Yoga não dispensa o pré-natal e os cuidados com a alimentação. “É um auxiliar para dar qualidade de vida. A recuperação, mesmo em caso de cesariana, é sempre mais rápida, já que a mulher sente-se mais equilibrada emocionalmente e mais paciente para amamentar e cuidar do seu bebê”. A Ioga surgiu há cinco mil anos na Índia e é uma das filosofias mais antigas que se tem registro. A própria definição da palavra já revela: Ioga vem do sânscrito e significa união. Tanto entre corpo-mente-espírito como entre a pessoa e o Divino. O objetivo que está por trás das posturas é preparar o indivíduo para uma verdadeira jornada de resgate à sua mais profunda essência. Denise Amazonas Clinica Ser Integral

Deixe uma resposta