Os sintomas do aborto espontâneo

Este é um texto introdutório de exemplo para visualização do novo Site Médico. Em breve, totalmente reformulado.

Os possíveis sintomas de um aborto espontâneo incluem: . Sangramento vaginal. A quantidade de sangue pode variar de algumas gotas à um fluxo abundante. O sangramento pode começar sem aviso e às vezes começa com uma tonalidade marrom. • Dor de cólica. • Perda de líquidos pela vagina, sem sangue e sem dor. Isto pode significar que as membranas se romperam. • Se houver perda de materiais sólidos pela vagina, conserve para mostrar ao seu médico para que ele examine. • Algumas mulheres sentem dor como a de um parto. É possível que o aborto espontâneo ocorra sem sangramento nem dor. O diagnótico Seu médico fará um exame pélvico para verificar o tamanho do útero e o estado do colo uterino. Um ultrasom pode ser feito. Os riscos Um aborto espontâneo geralmente não põe em risco a saúde da mulher a menos que tenha sido incompleto. Se um aborto incompleto não é diagnosticado e tratado, a mulher pode sangrar e o tecido que permanecer dentro do útero pode causar infecção. Quanto tempo de resguardo? Espere entre 2 e 4 semanas depois de ter ocorrido o aborto espontâneo para ter relações sexuais novamente. Os médicos recomendam com frequência que se espere até que sua próxima menstruação tenha ocorrido antes de tentar engravidar novamente. Também é importante esperar até total recuperação emocional. Não ter pressa é essencial. Alguma mancha de sangue na calcinha pode ocorrer ainda por alguns dias. Se a mulher esteve grávida por mais de 13 semanas, ela talvez notará a presença de leite nos seios. Exercícios de baixo impacto podem fazer bem, como caminhar ou nadar. Se durante a recuperação de um aborto espontâneo sintomas como: sangramento abundante, febre, calafrios e dor abdominal intensa forem observados, vá imediatamente ao médico. Fonte: March of Dimes Resource Center

Deixe uma resposta