Pedalar – uma viagem ao bem-estar

Normalmente menos intenso que uma corrida

 

Ao realizar exercícios físicos nosso organismo libera substâncias que nos trazem uma sensação agradável, são as endorfinas. E entre os vários exercícios possíveis de nos proporcionar este bem-estar, está o de pedalar. Fácil, relativamente barato, impossível de desaprender (não importa quanto tempo está sem realizar; aprendeu um dia, conseguirá novamente) e que precisa apenas da ação dos nossos músculos para impulsionar a bicicleta. Permite o contato com o ar puro e com os raios solares, tão benéficos e necessários a nossa saúde.

 

Capaz de fortalecer os músculos dos membros inferiores e tornar nosso sistema cardiovascular mais eficiente, pedalar pode se tornar um ótimo hábito na sua vida. Andar por aí durante o tempo que desejar ou seu corpo permitir é uma das facilidades de se andar de bicicleta. Normalmente menos intenso que uma corrida ele pode ser preferido por quem a tempos já deixou de fazer atividade física. Regular a intensidade do exercício é uma das grandes vantagens desta atividade, basta escolher o caminho a percorrer. Além de controlar a intensidade pela escolha do percurso, indo por terrenos mais planos ou pequenas descidas, se estiver menos condicionado fisicamente, ou por trajetos mais desafiadores com subidas e morros, se estiver com melhor condição física, a bicicleta pode ser uma ótima companheira para você, pois lhe trará muitos benéficos, contanto que você esteja atento a alguns cuidados essenciais: – Regule a altura do banco para que o pedal que estiver embaixo mantenha seu joelho quase que totalmente estendido, regule a altura do guidom para que fique numa posição confortável para você; – Hidrate-se bem antes de iniciar, e se for fazer longos percursos leve água; – Espelho, buzina, capacete, apesar de parecer besteira são cuidados importantes; – Sempre vá com alguém, e se caso desejar ir sozinho, avise o percurso para alguém. Um pneu furado ou queda tiram suas possibilidades de retornar no horário previsto; – Escolha o percurso que melhor se adapte ao seu condicionamento físico atual;

– Talvez o maior cuidado é com o trânsito, esteja sempre muito atento aos carros. – Vá devagar e não cometa excessos nos primeiros dias, tenha paciência com seu corpo, ele adaptar-se-á dia após dia as cargas que o exercício lhe empõe. Agora que os dias já não estão tão frios assim, andar de bicicleta é uma ótima opção de atividade física, mas ainda no início do dia ou na tardinha se estiver um pouco frio sempre é bom estar com uma jaqueta, porque o vento acabará resfriando o corpo. Se você desejar ou puder, a bicicleta estacionária também ainda é uma boa opção para exercitar-se, com a diferença que não há mudança na paisagem, o que torna o exercício um tanto monótono, apesar de seus benefícios serem muito similares ao anterior. Então, encha os pneus, regule sua bicicleta, sai pedalar, aproveite que temos uma ciclovia, pois seu corpo precisa de movimento e pedalar além de ser um ótimo exercício físico pode ser um agradável passeio que relaxa a mente e estimula o cérebro com os diferentes cenários que se pode apreciar. Dr. Aluízio aluimm@proserv.com.br

Deixe uma resposta