Pele com Acne

Pele com Acne PELE COM ACNE 10.2. Como se forma a acne? A elevação de níveis hormonais durante a adolescência (puberdade) causa aumento das glândulas sebáceas da pele. Tais glândulas são encontradas em regiões onde é comum o achado da acne (face, costas e tórax). Os hormônios que estimulam tais glândulas são hormônios masculinos encontrados tanto em homens quanto em mulheres. As glândulas sebáceas são conectadas aos folículos pilosos (espécie de canalículos que contém o pelo); elas produzem uma substância oleaginosa chamada sebo que alcança a superfície da pele após seu esvaziamento através de uma abertura do folículo piloso. Acredita-se que o sebo estimule as células da parede interna do folículo que, então, desprendem-se mais rapidamente e se agrupam formando um “tampão” na superfície da pele. A associação de sebo e células propicia o crescimento bacteriano no interior do folículo. As bactérias em crescimento no interior do folículo podem produzir substâncias que causam a ruptura da parede folicular e, então o sebo, bactérias e células descamadas da parede do folículo derramam-se na pele causando eritema (vermelhidão), edema (inchaço) e pus – a “espinha”. 10.3. Limpeza A acne não é causada por sujeira. O ponto negro muitas vezes percebido na porção mais superior de um comedo nada mais é que substância oleosa (sebo) ressecada associada a células descamadas na abertura do folículo piloso e não sujeira como muitos acreditam. Como cuidado normal da pele, deve-se lavar o rosto com sabões neutros e água morna duas vezes ao dia. Lavar o rosto ou outras partes do corpo afetadas pela acne várias vezes ao dia pode piorar a condição da pele. A lavação regular e eficaz dos cabelos é também uma medida recomendável. Caso os cabelos sejam muito oleosos, talvez seja necessário aumentar a freqüência das lavagens. Seu dermatologista é quem melhor recomendará sua rotina de limpeza da face (e outras áreas do corpo) e lagem dos cabelos. Homens que apresentam acne na face devem, ao se barbear, dar preferência a aparelhos elétricos ou outro instrumento que lhe cause menos danos. No caso de se optar por lâminas, deve-se primeiramente amaciar os pelos da barba através do uso de sabão e água morna antes de se aplicar o creme de barbear. Para evitar ferimentos sobre as espinhas, o ato de se barbear deve ser realizado de forma suave. Barbear somente quando for necessário e sempre empregar lâminas bem afiadas é importante,caso não se opte por barbeadores elétricos. 10.4. Dieta A acne não é causada pelo tipo de alimento que se ingere. Dermatologistas têm diferentes opiniões a respeito da importância da dieta no controle da acne. Um ponto, porém, é incontestável: uma dieta estrita, por si só, não irá determinar a cura da acne. Por outro lado, algumas pessoas afirmam que determinados tipos de alimentos pioram a condição de sua pele ou pioram o estado da acne. Neste caso, a pessoa deve evitar os alimentos que julgar prejudiciais. 10.5. Sol O bronzeamento pode mascarar a acne mas seus benefícios serão temporários. Como os raios solares, além de causar o envelhecimento da pele são fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de pele, não é recomendada exposição prolongada ao sol ou uso de bronzeamento artificial. Use sempre protetor solar e opte por aqueles que sejam “oil-free” (sem gorduras) como os bloqueadores solares em forma de gel. 10.6. Cosméticos Os usuários freqüentes de maquiagens (bases, pó facial, pó compacto e outros) devem dar preferência, ao comprá-las, àqueles produtos que sejam “oil-free” (sem gordura) e não simplesmente os que sejam à base de água. Escolha produtos “não-comedogênicos” (não causam comedos) ou os “não-acnogênicos” (não causam acne). Remova toda noite a maquiagem empregando sabão e água morna. Para disfarçar marcas ou resquícios da acne, utilize loções na tonalidade da pele ou pó facial “oil-free”. Proteja seu rosto sempre que for aplicar gel ou spray de cabelo (fixadores). Caso esses tipos de produtos entrem em contato direto com a pele do seu rosto há possibilidades de se desenvolver um tipo especial de acne provocado pelo cosmético. 10.7.Tratamentos A pesquisa de métodos para controle e cura da acne é um processo em constante renovação e busca de melhores resultados. Todas as formas de tratamento são para prevenir novos episódios de acne. Marcas já existentes podem curar-se espontaneamente. A melhora demanda tempo. Caso a acne não tenha apresentado melhora significativa após 6 a 8 semanas do início do tratamento escolhido, é provável que seja necessário mudá-lo. O tratamento recomendado por seu dermatologista irá variar de acordo com o seu tipo de acne. Ocasionalmente, lesões muito semelhantes à acne podem ser resultado de produtos (loções, maquiagens) utilizados ou medicação oral. É importante relatar a seu dermatologista os tipos de cosméticos que você tem costume de utilizar além de contar a medicação que usa. Mulheres deverão relatar possíveis alterações no padrão menstrual. Isso irá auxiliar no diagnóstico e escolha do melhor tratamento. Certas loções e cremes (mesmo os não prescritos) poderão auxiliar no tratamento da acne. No entanto a maioria destes produtos irá, também, tornar a pele do usuário ressecada, se usados com muita freqüência ou de maneira errada. Caso você utilize tais produtos, siga corretamente as instruções contidas na bula ou embalagem. Seu dermatologista poderá prescrever cremes ou loções de uso tópico como vitamina A ou peróxido de benzoíla para auxiliar na desobstrução dos poros e reduzir a proliferação de bactérias. Tais produtos podem causar ressecamento e descamação. Seu dermatologista irá orientá-lo quanto à forma correta de utilização e como evitar efeitos indesejáveis. Há, também, antibióticos de uso tópico (aplicados diretamente na pele). Estes são utilizados nos casos de acne de menor gravidade. Quando grandes pústulas vermelhas estão presentes, o dermatologista poderá injetar cortisona diretamente no interior das mesmas para auxiliar na sua regressão. O seu médico poderá drenar o conteúdo das espinhas ou remover comedos. Não aperte, esprema ou manipule suas espinhas. Quando uma espinha é “espremida”, mais eritema (vermelhidão), edema (inchaço) inflamação e cicatriz poderão surgir. Antibióticos por via oral como tetraciclina, minociclina ou eritromicina e outros são usualmente prescritos para casos de acne moderados a severos, especialmente quando há grande número de lesões nas costas ou tórax. Os antibióticos reduzem a quantidade de bactérias contidas no interior dos folículos e podem .também, auxiliar na redução do eritema. Algumas mulheres , ao fazer uso de antibiótico por via oral, podem vir a desenvolver infecções vaginais por fungo (por exemplo, candidíase). Caso isto ocorra, não interrompa o uso da medicação e comunique-se imediatamente com seu médico para que se possa iniciar o tratamento. Mulheres em uso de pílulas anticoncepcionais podem relatar aumento significativo da acne, e ocasionalmente, este mesmo medicamento pode ser prescrito como tratamento para a acne. É importante salientar que antibióticos orais poder reduzir a eficácia das pílulas contraceptivas. Este fato não é muito comum porém é possível, especialmente se for notado sangramento anormal (intermenstrual). Conforme se recomenda para utilização da maioria dos outros medicamentos, consulte o seu médico se estiver amamentando ou grávida antes de iniciar o uso de antibióticos. Nos casos de acne grave, outras drogas poderão ser utilizadas por via oral. Esses incluem hormônios femininos ou medicamentos que reduzem os efeitos de hormônios masculinos. Outra medicação oral, a isotretinoína, é algumas vezes utilizada para casos de acne grave que não responde a outros tipos de tratamento. Pacientes em uso de isotretinoína deverão estar cientes dos possíveis efeitos colaterais da droga. Consultas freqüentes são necessárias para monitorizar os efeitos colaterais. A prevenção da gravidez é muito importante uma vez que a droga pode causar danos graves ao feto se tomada durante a gestação. 10.8. Necessidade de cuidados especiais Não importa o tipo de tratamento que seu médico tenha indicado. Lembre-se sempre de manter cuidados com a pele até que a tendência à acne tenha passado. Até o momento não existe cura definitiva para a acne, porém esta é controlável e tratamentos bem aplicados poderão prevenir cicatrizes.

Deixe uma resposta