Perguntas sobre linhaça

Além de sua riqueza em ômega-3 (um agente antiinflamatório e regenerador celular) e ácidos graxos monoinsaturados

 

QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA LINHAÇA E SUA INDICAÇÃO? Além de sua riqueza em ômega-3 (um agente antiinflamatório e regenerador celular) e ácidos graxos monoinsaturados (caloria de queima rápida), ela também é rica em fibras, como as ligninas (precursoras de fito hormônios) e as mucilagens que tratam mucosas e auxiliam na desintoxicação. O ÓLEO OFERECE O MESMO O BENEFÍCIO QUE A SEMENTE? POR QUÊ? Não. Quando separamos o óleo dos demais componentes da semente perdemos a sinergia da sua composição integral. O óleo isolado, um forte antiinflamatório, só é indicado sob orientação médica, para casos quando a necessidade de ômega-3 é bem acima da quantidade máxima de consumo/dia desta semente. O óleo isolado também é bastante indicado para tratamentos externos como de pele, articulações e couro cabeludo. No meu livro A importância da linhaça na saúde – editora Alaúde – ensina a preparar domesticamente este óleo, receitas culinárias e várias receitas para massagem corporal. EXISTE OUTRA VARIEDADE DE LINHAÇA, SEM SER MARRON E A DOURADA? QUAL A DIFERENÇA ENTRE ELAS?

 

Como todo vegetal, existem muitas variedades de uma mesma família. Entre a linhaça marrom e a dourada podem existir muitos tons, mas a diferença entre elas é muito pequena quando falamos de teor de ômega-3, que é o quesito onde elas foram mais analisadas e comparadas. As condições de cultivo e a variedade podem alterar a quantidade de pigmento da casca, porém internamente a semente costuma apresentar composições muito próximas. E neste aspecto, ao contrário do que alegam os que comercializam a linhaça dourada (importada do Canadá), existe uma discreta vantagem para a linhaça marrom que é 100% nacional. QUAL A MANEIRA CERTA DE CONSUMIR A LINHAÇA? O ideal é consumi-la crua, integral e triturada na hora do seu consumo. Mais interessante ainda é deixá-la de molho em água potável por um mínimo de 4 horas (ideal 8 horas) antes de seu consumo. A este processo dá-se o nome de pré-germinação da semente. A água deste molho – rica em mucilagens – é ideal para tratar/prevenir problemas de digestão, úlceras e constipação. Saiba mais sobre germinação em Receitas Cruas.

EXISTE LIMITE DO CONSUMO DIÁRIO? Para adultos o consumo máximo é de 1 colher de sopa/dia. Para crianças até 12 anos é de 1 colher de sobremesa/dia. POR QUE ESTE LIMITE? Todo vegetal, principalmente as sementes, contêm substâncias de defesa para preservarem a integridade da semente até sua germinação. Tais substâncias são chamadas de antinutricionais e são nocivas quando existir exagero no consumo. Trata-se do mágico da natureza, onde bom-senso é bem-vindo. Um recurso de minimizar a presença destas substâncias é o processo de germinação. Por este motivo não se deve consumir qualquer semente em excesso, principalmente se não for previamente germinada, seja castanha do Pará, de caju, amendoim, de abóbora ou de linhaça. A LINHAÇA É INDICADA PARA QUEM QUER EMAGRECER? Sim, pois ela possui um forte efeito laxante e desintoxicante, que ajuda o organismo aliviar de seu veneno, toxinas e excessos, como é o caso da gordura (em excesso é claro).

Além disso, sementes como a da linhaça, após seu consumo liberam uma ordem para o cérebro que manda produzir um hormônio chamado colecistocinina que provoca sensações de saciedade. Todo este processo se viabiliza se a linhaça estiver crua, idealmente pré-germinada e bem triturada e; leva cerca de 30 minutos para acontecer. QUAL A FORMA CORRETA DE CONSUMÍ-LA? No preparo de sucos desintoxicantes tomados em jejum e 30 minutos antes das refeições principais. Também no preparo dos docinhos sem açúcar. QUAIS AS FORMAS CASEIRAS DE PREPARAR A LINHAÇA? A primeira delas é deixar à noite de molho 1 colher (sopa) de semente de linhaça em 1/2 copo de água filtrada e no outro dia bater (juntamente com a água do molho), no preparo dos sucos desintoxicantes, com frutas, folhas, raízes e limão. Conceição Trucom é química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para a Alimentação Natural, bem-estar e qualidade de vida. Recomenda-se a leitura na íntegra dos livros A importância da Linhaça na Saúde e Alimentação Desintoxicante – editora Alaúde -, que fornecem indicações de uso e receitas. O fato da linhaça ser um alimento natural não elimina a necessidade de seu consumo com consciência e responsabilidade. Fonte: www.docelimao.com.br

Deixe uma resposta