Planejando a gravidez

Este é um texto introdutório de exemplo para visualização do novo Site Médico. Em breve, totalmente reformulado.

É muito importante fazer uma consulta médica antes de engravidar. Se você tem essa chance, tome essa ótima decisão. O médico, provavelmente, vai pedir um check-up de sua saúde e perguntar se você toma algum tipo de medicação, pois pode haver a necessidade da troca do medicamento. Fazer um exame geral de saúde vai assegurar que você não terá que lidar com alguma doença grave durante a gravidez, o que poderia pôr em risco a vida ou a saúde de seu bebê: – Exame de Papa-nicolau e seios – para verificar se não há células cancerígenas nem caroços malígnos. – Testes sanguíneos – para checar a necessidade de uma vacina contra rubéola e também checar seus níveis de colesterol entre outros. – Mamografia – Se você tem mais que 35 anos de idade, uma mamografia é uma boa idéia. Também é importante contar ao seu médico se na sua família há um histórico de doenças como a Diabetes, se você tem problema com outras doenças ou se houve a ocorrência de algum aborto espontâneo anteriormente. Outro fator importante é verificar, antes de engravidar, se você não está muito acima de seu peso ideal ou muito abaixo. Ambas as condições podem tornar a sua gravidez mais difícil. Dietas e regimes não são uma boa idéia durante a gravidez e se você engravidar durante uma dieta é aconselhável parar e procurar uma nutricionista, pois pode estar privando o seu bebê de uma alimentação rica e nutritiva. Se você tiver um gato, deve providenciar uma outra pessoa para cuidar das necessidades dele, pois as fezes dos gatos podem transmitir a toxoplasmose, doença que, infectando uma grávida, pode fazer com que o bebê nasça morto, prematuro ou apresentando sérias lesões cerebrais. Mas fique tranqüila, pois lidar ou brincar com um gato é totalmente seguro. Mães saudáveis tendem a ter filhos saudáveis e se você está planejando engravidar, comece, desde já, a cuidar do seu corpo e da sua saúde. Parando o uso do método anticoncepcional: Dependendo do método anticoncepcional usado, pode ser aconselhável esperar um certo período antes de engravidar. Quem vai te orientar em todos os casos é o seu médico de confiança. Listamos aqui alguns métodos e os possíveis prazos para a gestação: Camisinha: Tanto a masculina como a feminina, não afetam a infertilidade. Tentar engravidar então, não deve ser problema. Diafragma: É só parar de usar e as suas chances já estão abertas à gravidez. DIU: Acontece, em alguns casos, do DIU causar infecções no colo do útero, o que resultaria em uma dificuldade para engravidar. Nesse caso o aconselhável e consultar um médico ginecologista que irá removê-lo e avaliar as condições de uma possível gravidez. Pílula: O ideal é consultar o seu médico que indicará o tempo necessário para que se inicie a tentativa de engravidar. Normalmente se interrompe o uso da pílula esperando a cartela terminar, completando o ciclo e depois não iniciando a outra cartela. Os médicos se dividem quanto a opinião sobre o início das tentativas, pois alguns dizem que você pode tentar engravidar imediatamente enquanto outros, acham melhor ter cautela e esperar o ciclo se regularizar naturalmente. Injeção de hormônios: A medroxiprogesterona é um hormônio injetável e seu efeito contraceptivo pode durar até 18 meses após a última injeção. Até que todo o hormônio desapareça do organismo é muito difícil os ciclos menstruais normais e a gravidez. Implante subcutâneo com homônios: Os fabricantes informam que, uma vez removidos os implantes, os efeitos desaparecem após três dias. É muito importante ressaltar que a volta de sua fertilidade pode ser influenciada por diversos fatores e que é considerado normal uma espera de até 12 meses, sem uso de nenhum método anticoncepcional, para engravidar. E só depois disso é recomendável a procura por um especialista em fertilidade. Fonte: www.gravidaemcampinas.com.br

Deixe uma resposta