Por que e quem pode doar sangue?

Por que e quem pode doar sangue? É bem provável que, neste exato momento, pelo menos um brasileiro esteja precisando receber uma transfusão de sangue. Isso porque, nos hospitais e clínicas de todo o país são utilizadas cerca de 5.500 bolsas de sangue, por dia. A quantidade de pessoas que depende das doações de voluntários é enorme.

 

Menos de 1,5% da população brasileira doa sangue regularmente e, pela falta de doadores anônimos e de amigos voluntários, muitas pessoas podem morrer.

Doar sangue pode salvar uma vida. Quem pode doar? Podem doar sangue todas as pessoas que:

Estejam documentadas (com carteira de identidade ou outro documento equivalente);

Tenham boas condições de saúde;

Tenham entre 18 e 60 anos; Pesem, no mínimo, 50 quilos;

Não tenham ingerido bebidas alcóolicas nas 24 horas que antecedem a doação;

Tenham dormido, pelo menos, seis horas nas últimas 24 horas;

Não sejam usuários de drogas; Não tenham múltiplos parceiros;

Não tenham doença hematológica, cardíaca, renal, pulmonar, hepática, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramento anormal ou epilepsia;

Nunca tenham tido doenças de chagas ou malária;

Não tenham contraído sífilis, hepatite e não tenham tido contato com o inseto barbeiro.

Impedimentos temporários Para não comprometer a saúde, uma pessoa não deve doar sangue se:

Estiver grávida ou em período de amamentação;

Tiver feito alguma cirurgia importante há menos de seis meses;

Tiver realizado um parto normal ou tido um aborto há menos de três meses;

Tiver feito uma doação há menos de 60 dias, se for homem, ou há menos de 90 dias, se for mulher.

Fonte: www.poupaclique.com.br

Deixe uma resposta