Qual a idade da sua pele?

Não dá para adiar, a partir dos 20 anos, a pele requer cuidados extras para evitar o envelhecimento precoce

 

 

Não dá para adiar, a partir dos 20 anos, a pele requer cuidados extras para evitar o envelhecimento precoce. A explicação vem de fatores internos e externos. Os internos estão relacionados ao organismo, o que inclui as alterações hormonais e constitucionais que o corpo apresenta com o passar dos anos. Os fatores externos ocorrem em virtude da exposição à radiação solar ao logo da vida e são os mais agressivos para a beleza e saúde da pele. Veja o que acontece com a sua pele nas diversas etapas da vida e como deixá-la bonita e protegida. 20 anos Aos 20 anos a produção de colágeno e elastina ainda é intensa fazendo com que a pele se apresente firme e sem manchas. Mesmo que os sinais de envelhecimento não sejam aparentes é fundamental mantê-la hidratada e bem cuidada.

 

Para isso é importantíssimo respeitar a rotina diária de limpeza, tonificação e hidratação. Já aos 25 anos a pele passa a ser considerada madura. Apresenta perda de viço e surgem os primeiros sinais do envelhecimento: poros dilatados e linhas finas. Filtros solares são indispensáveis assim como o uso de produtos que promovam a resistência da pele e ofereçam proteção. A esfoliação semanal também deve ser iniciada nesta fase para eliminar as células mortas e permitir uma limpeza mais profunda. 30 anos A partir dos 30 anos as fibras de colágeno e elastina já sofrem alterações resultando na perda da elasticidade natural da pele. Os sinais do envelhecimento ainda são sutis, mas é possível notar algumas rugas e linhas de expressão principalmente na região dos olhos, testa e boca. Como a oleosidade natural tende a diminuir a partir desta idade, a pele começa a ficar ressecada e o sol também já mostra seus efeitos.

A pele perde sua tonalidade uniforme e podem surgir as primeiras manchas. Um hidratante para a área dos olhos deve ser incorporado à rotina de cuidados diários já que esta é uma área sensível e vulnerável ao aparecimento das rugas. O uso de filtros solares continua imprescindível, mas agora com produtos que ofereçam princípios anti-idade em sua composição. 40 anos A perda de elasticidade é mais acentuada e os sinais de envelhecimento um pouco mais evidentes. A pele torna-se mais fina e ressecada devido à produção cada vez menor das glândulas sebáceas. As rugas são menos superficiais e algumas “bolsas de gordura” embaixo dos olhos já podem ser percebidas. As alterações hormonais típicas da menopausa costumam acentuar este ainda mais este processo. Além dos filtros solares recomenda-se o uso de cremes clareadores, produtos específicos para a área dos olhos e cremes adequados à idade. 60 anos Assim como o restante do organismo, a pele está mais envelhecida e frágil. As rugas são profundas e as manchas causadas pela exposição ao sol são bem mais acentuadas. Cremes emolientes, clareadores e filtros solares são essenciais. Autor: Paraná-online

Deixe uma resposta