Saiba como manter a saúde bucal

Dicas para manter a saúde bucal: • Escovar muito bem os dentes após as refeições

 

 

Dicas para manter a saúde bucal: • Escovar muito bem os dentes após as refeições (café da manhã, almoço e jantar) e sempre que comer algo fora de hora. A escova deve estar ligeiramente inclinada em relação gengiva enquanto se fazem movimentos para cima e para baixo. • A escovação ideal deve levar de dois a três minutos. Faça movimentos leves como uma massagem. Uma escovação muito forte pode causar danos à gengiva e tornar os dentes muito sensíveis. • Optar por escovas com a cabeça pequena, que alcançam todos os locais da boca. As grandes atrapalham a escovação e não conseguem atingir a região posterior da boca. • As cerdas mais apropriadas são as médias e macias, que não causam danos à gengiva, como é mais comum ocorrer com as duras. • Trocar as escovas a cada três meses. • Passar o fio dental pelo menos uma vez por dia, para limpar as áreas de difícil acesso para as cerdas das escovas dentais. O fio dental é considerado o melhor material para remover a placa bacteriana entre os dentes e sob a gengiva, uma vez que a escovação sozinha remove somente em torno de 70%. Deve ser usado com cuidado, para não traumatizar a gengiva. • Escolher os antisépticos bucais sem álcool. • Utilizar produtos dentários que contenham flúor, incluindo o creme dental. • Escovar a língua pelo menos uma vez por dia, para remover as bactérias que podem causar mau hálito. • Observar se a escova e a pasta de dentes têm o selo de aprovação da Associação Brasileira de Odontologia (ABO). • Estabelecer uma dieta balanceada, evitando doces entre as refeições. • Retirar a prótese para fazer higienização. Na hora de dormir, colocar em solução de água oxigenada. • Substituir as próteses inadequadas ou em más condições. • Quem usa aparelho ortodôntico e próteses deve ir ao dentista a cada dois meses fazer uma limpeza aprofundada. • Usar creme dental branqueador para a remoção de manchas e prevenir o ameralamento dos dentes.

 

• Escovar ou enxaguar os dentes imediatamente após consumir alimentos ou bebidas que possam manchá-los. • Usar um canudo para consumir bebidas que possam manchar os dentes, como chá e refrigerantes. • Realizar periodicamente um auto-exame da boca diante do espelho, com uma boa iluminação. Feridas que permanecem na boca por mais de 15 dias, caroços (principalmente no pescoço e embaixo do queixo), súbita mobilidade dental, halitose (mau hálito), sangramento na gengiva ou endurecimento da língua são sintomas que devem levar imediatamente ao consultório do cirurgião-dentista. O cuidado preventivo pode evitar que os problemas ocorram e que problemas menores se tornem sérios. • Deixar de fumar. • Evitar bebidas alcoólicas. • Eliminar fatores traumáticos na boca (como próteses mal adaptadas, dentes tortos, cáries e restos dentários). • Proteger os lábios dos raios solares. • Evitar sexo oral caso esteja com alguma inflamação na boca. Traumas e ferimentos na cavidade bucal favorecem a contaminação por doenças sexualmente transmissíveis, inclusive AIDS. • Procurar o dentista a cada seis meses. A limpeza regular dos dentes por um profissional é importante para remover a placa que pode se desenvolver até mesmo com a cuidadosa escovação e o uso de fio dental, especialmente nas áreas que são difíceis para o paciente alcançar sozinho em casa • Observar se o cirurgião dentista utiliza os equipamentos básicos de segurança – máscara, luva, óculos de proteção e túnica. Fonte: Dr. Marcus Werneck

Deixe uma resposta