Saiba se você está deprimido

Alterações extremas de humor que vão de um estado de desânimo ( que incapacita a pessoa a executar

 

Quem está sofrendo de depressão não pode simplesmente recompor-se e melhorar sozinho. Os sintomas, sem tratamento, podem se prolongar por semanas, meses e até anos. O sofrimento da pessoa e até das pessoas próximas pode ser evitado, pois na medida que for tratado, muitos sintomas nem se manifestarão. Como identificar os tipos de depressão? Os transtornos depressivos são todos iguais? Vivência afetiva, sombria e negativa das experiências vitais. Certas pessoas podem ter um único episódio de depressão durante a vida, e outras tem várias recaídas. Alguns começam de repente, outros podem se estabelecer lentamente, sem causa aparente nos diversos momentos da vida. LEVE – A duração mínima de um episódio completo é de duas semanas. A pessoa está angustiada pelos sintomas e apresenta certa dificuldade em prosseguir com as atividades sociais e o trabalho rotineiro, contudo é provável que não pare com suas funções completamente. Podem ou não haver a ocorrência de sintomas psicossomáticos. (explicaremos esses sintomas no item, “o que causa a depressão – queixas de…”) DISTIMIA – Tipo de depressão leve, que envolve sintomas crônicos e prolongados não tão incapacitantes mas que impedem sua plena capacidade de ação ou que você se sinta bem. MODERADA – A pessoa provavelmente terá dificuldade em continuar com atividades domésticas, sociais e de trabalho. Pode ou não haver a ocorrência de sintomas psicossomáticos. GRAVE – O paciente apresenta angústia e/ou agitação a níveis consideráveis; perda de auto–estima, sentimentos de culpa e inutilidade, geralmente frequentes e em casos particulamente graves, o suicídio é um perigo considerável. Nesse episódio depressivo, é muito pouco provável, que a pessoa prossiga com suas atividades sociais ,de trabalho e domésticas. BIPOLAR – Aparece com pouca frequência em comparação com as demais. Alterações extremas de humor que vão de um estado de desânimo ( que incapacita a pessoa a executar e perder o interesse pelas atividades mais rotineiras) e euforia (hiperatividade ou de idéias grandiosas sobre sua própria capacidade) e em geral afeta o pensamento, o julgamento e o comportamento social, como um todo. Como outras doenças, a depressão tem certos sintomas. Uma vez que esses sintomas são reconhecidos, pode-se tomar providências para o tratamento. Faça o seguinte teste para saber se você (ou alguém de sua família ou um amigo) pode estar deprimido. Durante a maior parte das duas últimas semanas você: sentiu-se triste, preocupado ou aborrecido?; sentiu que sua vida era monótona, sem possibilidades de melhorar?; tem tido crises de choro?; ficou irritada com coisas pequenas que antes não o perturbavam?; não se diverte mais com seus passatempos ou atividades que antes o alegravam?; sentiu falta de autoconfiança ou sentiu-se fracassado?; tem dificuldade para dormir, ou tem dormido muito?; tem dificuldade de concentração ou de tomar decisões?; tem menos interesse em sexo do que antes?; tem pensado em morte e/ou suicídio? NOTA: por favor, entre em contato com seu médico, IMEDIATAMENTE, caso tenha respondido afirmativamente à última pergunta. Se tiver respondido “sim” a algumas dessas perguntas, você possivelmente está com depressão. O primeiro passo no tratamento desses sintomas é conhecer a causa. www.medicina.ufg.br/saudavelmente

Deixe uma resposta