Soja: opção saudável na alimentação

Os aminoácidos são essenciais para o bom funcionamento do corpo humano. Eles são formados a partir da quebra das

 

Os aminoácidos são essenciais para o bom funcionamento do corpo humano. Eles são formados a partir da quebra das proteínas ao chegar no estômago. A soja, alimento classificado no grupo dos construtores, é composta na maior parte por proteínas. Ela fornece vários dos nutrientes presentes também na carne de gado. “Seria uma boa substituta, evitando alguns dos malefícios causados pelo excesso de consumo da carne vermelha, como a sobrecarga renal”, analisa a nutricionista Ângela Siega. Segundo ela, as formas de preparação da carne de gado, frita ou na forma de churrasco, podem estar predispondo a colesterol e câncer. Um dos benefícios do consumo da soja é a quantidade de fibras presente nesse alimento. “Por ser de origem vegetal, é absorvida em maior quantidade, e essas fibras auxiliam na prevenção de doenças crônicas, melhor funcionamento do intestino e do sistema digestório todo”, afirma Ângela. A soja é rica em cálcio.

 

“Para pessoas que têm intolerância à lactose, proteína do leite, é muito difícil atingir a recomendação de cálcio na alimentação sem usar suplementos. A soja seria uma boa opção, nesse caso”. Acredita-se que a soja possa ajudar na regulação dos hormônios e problemas da tireóide. “É mais barata que a carne”, salienta. O uso do produto para atingir essas metas, porém, deve ser continuo. Ângela recomenda o uso pelo menos duas vezes por semana, de preferência em dias que não foi consumido leite ou vegetais verde-escuros. É preciso manter a alimentação equilibrada. “Não se pode ser radical e deixar de comer carne e utilizar somente soja. A variedade na alimentação é o segredo de uma boa dieta”, aconselha a nutricionista. Segundo ela, a inserção da soja deve ser gradativa, para o organismo se acostumar, pois “todos os alimentos que são novos, ou amamos ou odiamos”. Nada traz benefícios se comer uma vez só”, enfatiza Ângela. A maneira mais fácil de introduzir a soja no cotidiano é com a PTS, usando nos molhos. A PTS Proteína Texturizada de Soja é vendida nos supermercados em diversos tamanhos. Antes de preparar algum prato com ela, é preciso deixar de molho em água morna, com um pouco de suco de limão e vinagre, para hidratar e `quebrar` o gosto do grão.

“A soja ajuda na regulação hormonal”, afirma a nutricionista. Há mulheres que fazem acompanhamento de menopausa com o produto, tratam problemas de tireóide, tensão pré-menstrual acentuada. “Lembramos sempre que não é um remédio. É preciso consumir sempre para trazer benefícios ou reduzir danos”, ressalta. O tofu, queijo a base de soja, é bom para ser usado em recheio de massas, com arroz ou em sanduíches. O leite de soja, há tempos utilizado somente pelos intolerantes a lactose, pode ser consumido por qualquer criança, adulto ou idoso que se agradar do sabor. Um dos “poréns” do consumo da soja é a utilização do grão trans-gênico. “Não tenho nada contra, mas também nada a favor. Porém, não se sabe o que isso pode acarretar daqui um longo período de tempo”, comenta Ângela. Segundo ela, como os benefícios demoram a surgir, os malefícios também. Fonte: www.adjorisc.com.br

Deixe uma resposta