Tabus do aleitamento materno

O leite de vaca tem proteína (macromolécula) que é de difícil digestão, por isto quando o bebê

 

1 – Leite fraco: É a maior causa de desmame precoce, não existe leite fraco, isto é um tabu antigo e está relacionado do fato do bebê querer mamar com muita freqüência. Vale ressaltar para as mães que isto ocorre pela rápida digestão do leite humano que ocasiona um intervalo curto entre as mamas. O leite de vaca tem proteína (macromolécula) que é de difícil digestão, por isto quando o bebê mama leite artificial ele o faz de 3/3 horas. 2 – Amamentar faz a mama cair ? Não. A falta de suporte adequado (soutien de reforço) e a tendência genética de mama pendular é que faz a mama cair e não o ato de amamentar 3 – Cerveja preta x Canjica x muito líquido, fazem o leite aumentar? Não. A cerveja preta não deve ser usada porque bebida alcoólica é contra indicada na amamentação. A mãe deve tomar muita água para se hidratar e não para aumentar a quantidade de leite. A canjica também não aumenta a quantidade de não aumenta a quantidade de leite, porém assim como a canja de galinha que também não aumenta o volume de leite estes alimento são conhecidos como lactogogos. Lactogogos: são alimentos que não aumentam a quantidade de leite, mas que a mãe acredita firmemente que isto vai aumentar seu leite e como estes alimentos na tem contra indicação, eles não vão interferir na amamentação. 4-Tamanho da mama x alimentação A mulher que tem mama pequena ou grande não quer dizer que a mama grande vai produzir mais leite. O leite é produzido fisiologicamente nos 2 tipos de peito. 5 – Mulher que produz pouco leite – Não existe mulher que produza pouco leite, na verdade ocorre é que aquela mulher que limita as mamadas do bebê no peito, ou seja não amamentando em livre demanda (que é a hora que o bebê quer). Isto significa que: a produção de leite está ligada a sucção do bebê. “Quanto mais o bebê suga mais leite a mulher vai produzir. Isto significa que é a sucção do bebê que mantém a produção de leite. Outros tabus, ligados a folclore 6 – Se o bebê arrotar no peito este vai rachar. 7 – Se a mãe beber água durante o período que estiver amamentando o leite vai secar 8 – Se a mãe colocar uma chave no bolso o leite vai secar 9 – Se o leite cair no chão ele vai secar 10 – Não esfregar bucha ou toalha no mamilo e aréola porque esta atitude afina a pele favorecendo as rachaduras porque tira a oleosidade natural da pele. Não usar cremes ou pomadas no mamilo e aréola e em caso de rachaduras (fessura mamilar) não usar casca de banana ou de mamão. Não usar compressa quente ou fria não mama – queima a pele e não resolve. Uso de bicos, mamadeiras e chupetas A criança que mama no peito não deve receber bicos, mamadeiras e chupetas, porque eles fazem com que o lactente confunda os bicos, além de diminuir a vontade de ir ao peito, favorecendo o desmame precoce. Existem trabalhos no Ministério da Saúde que comprovam o uso de chupetas e mamadeiras diminuem significativamente o período de amamentação e que se a criança usa a chupeta durante todo o dia, este período diminui ainda mais. Devemos lembrar também que o uso de bicos, mamadeiras e chupetas também contribuem para a mordida cruzada e a respiração bucal que traz como conseqüência as amigdalis, rinites em conseqüência do ar não filtrado, não umidificado provocando assim o ressecamento das mucosas. Bico de Silicone: A mãe deve evitar o uso deste produto porque ele também confunde a pega do bebê no peito, provoca gases no bebê além de não esvaziar a mama adequadamente, tendo como conseqüência o Ingurgitamento mamário. Fonte: www.amac.pjf.mg.gov.br/programas/bancoleite.php

Deixe uma resposta