Xampu: verdades e mentiras

A vida do cabelo é cíclica, uns caem enquanto outros nascem

 

Lavar o cabelo todos os dias pode danificá-lo? Causa a queda dos fios? Qual a temperatura ideal para lavá-los? A seguir veja algumas respostas que foram publicadas na revista portuguesa ProTeste. Lavagens freqüentes estragam o cabelo. Falso. Lavar o cabelo elimina as sujeiras do couro cabeludo e da superfície dos fios, mas não altera as suas características. Se quiser lavar o cabelo todos os dias, é aconselhável usar xampu para lavagens freqüentes, que tem pouco detergente em sua composição. Lavar o cabelo com freqüência pode causar queda de cabelo. Falso. É normal perder cerca de 50 fios durante a lavagem. A vida do cabelo é cíclica, uns caem enquanto outros nascem. Os fios que caem durante a lavagem são os que já se encontram no final da vida. Se eles já tiverem atingido esse estágio, cairão de qualquer modo, sendo lavados ou não. Não se deve usar as unhas para lavar a cabeça. Verdadeiro. É melhor massagear o couro cabeludo com as pontas dos dedos, assim se evita machucar a cabeça. Como a própria palavra diz: shampoo, de origem hindu, significa “massagear” e não “arranhar”.

 

A lavagem pode se tornar mais eficaz ainda se a massagem for feita com gestos circulares, pois, dessa forma, o xampu terá maior facilidade de entrar em contato com os fios de cabelo. Os xampus para bebês são ideais para os adultos. Falso. Bebês e crianças têm pouca produção sebácea, por isso os xampus específicos para eles contêm pouco detergente. Portanto, não são muito eficientes para limpar os cabelos de adultos. Não se deve lavar o cabelo com água quente. Verdadeiro. É melhor que a água esteja mais fria do que quente, pois, além de deixar os fios mais soltos – portanto, mais fáceis para se pentear – diminui a quantidade de eletricidade estática do cabelo. É perigoso entrar xampu nos olhos. Falso. Se acidentalmente cair xampu nos olhos, lave-os muito bem. Eles podem arder um pouco porque o xampu é ligeiramente ácido, mas isso não trará maiores problemas. Um xampu de boa qualidade precisa produzir espuma. Falso. Não existe qualquer relação entre a quantidade de espuma produzida durante a lavagem e a qualidade do xampu. A revista lembra também que um xampu deve, antes de tudo, lavar bem sem danificar, retirando toda a sujeira dos cabelos e do couro cabeludo. Além disso, deve ser fácil de aplicar e sair facilmente com a água. E, ainda, deixar os cabelos macios, brilhantes e fáceis de pentear. Fonte: Rio Total

Deixe uma resposta