Yoga: fique bonita por dentro e por fora

Mas há quem os considere mesmo essenciais, uma vez que têm como objetivo a busca do autoconhecimento

 

Mente sã, corpo são e bonito. É verdade. Afinal, o bem-estar físico e mental reflete-se de forma positiva em nossa aparência. De olho nesses benefícios, cada vez mais pessoas – mulheres e homens também – buscam algo mais, além dos tratamentos convencionais, para se sentir melhor e mais atraentes. Isso não significa, porém, abrir mão de cremes, loções, ginástica, cabeleireiro e esteticista. A proposta aqui é encontrar o melhor de si dentro de si mesmo para provocar um agradável efeito exterior. Alguns chamam tais métodos de terapias alternativas. Outros, de tratamentos complementares. Mas há quem os considere mesmo essenciais, uma vez que têm como objetivo a busca do autoconhecimento. Que beleza espiritual, que nada! “O iogue trabalha a beleza externa mesmo”, afirma De Rose, professor de ioga. Fundador da Confederação Nacional do Yôga, ele diz que a ioga trabalha a flexibilidade, que embeleza a forma como a pessoa se posiciona. “E dá uma definição muscular a curtíssimo prazo.” Para Regina Serrigno da Silva, professora de ioga do Instituto Ioga Dyvia, o autoconhecimento é o melhor caminho para encontrar a beleza, e o primeiro passo é trabalhar a respiração. Regina diz que a busca pela harmonia do corpo faz com que o praticante dessa técnica escolha uma alimentação mais equilibrada. “O que acaba levando ao emagrecimento”, ensina. A iogue Márcia De Luca, proprietária do Centro Integrado de Yoga, Meditação e Ayurveda (CIYMA), esclarece que o objetivo inicial da ioga não é a beleza, mas ela acaba florescendo. “Nós trabalhamos a permanência e não a repetição dos exercícios, o que possibilita um corpo bem torneado e com formas delineadas”, afirma ela, que desenvolveu um método de ioga integrada que usa princípios da ayurveda – técnica indiana que propõe a harmonia entre corpo, espírito e universo. Fonte: beleza e moda

Deixe uma resposta