Causas físicas e psicológicas da disfunção erétil

A doença vascular é, em geral, a causa física mais

 

A Disfunção Erétil pode ter origem em fatores físicos (orgânicos) ou em fatores psicológicos. Em muitos casos, ambos os fatores estão presentes. Seguem-se alguns dos fatores de risco e origens possíveis da Disfunção Erétil. – CAUSAS FÍSICAS . Doença Vascular: A arteriosclerose (endurecimento das artérias), problemas cardíacos, derrame cerebral, hipertensão (pressão arterial elevada) e colesterol elevado são fatores que afetam a entrada e a saída do fluxo de sangue para o pênis. A doença vascular é, em geral, a causa física mais comum da Disfunção Erétil. . Diabete: Esta doença pode causar a lesão dos nervos (neuropatia) e dos vasos sanguíneos (arteriosclerose) que levam o fluxo sanguíneo ao pênis. Dois em cada três homens com diabete podem ter Disfunção Erétil. . Doenças Nervosas: Os problemas neurológicos incluem a lesão da medula espinal, esclerose múltipla e degeneração dos nervos, decorrente da diabete ou do alcoolismo. . Problemas Hormonais: Níveis reduzidos de hormônios podem causar Disfunção Erétil. . Cirurgia: Intervenções cirúrgicas do intestino grosso, do reto ou da próstata e situações de radioterapia na área pélvica podem lesionar os nervos e os vasos sanguíneos, e causar problemas de Disfunção Erétil.

 

. Doenças Crônicas: Caso lhe tenha sido diagnosticado uma doença crônica, pergunte ao seu médico se essa situação pode afetar a sua saúde sexual. . Efeitos Secundários dos Medicamentos: Existe uma vasta gama de medicamentos que podem originar problemas de Disfunção Erétil. Se estiver sendo medicado, e tiver problemas de ereção, pergunte ao seu médico sobre os possíveis efeitos secundários da medicação e quais as possíveis alternativas e soluções. – FATORES RELACIONADOS COM O ESTILO DE VIDA . Álcool: O consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode reduzir imediatamente a capacidade de manter uma ereção satisfatória. A longo-prazo, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode causar lesões do fígado e dos nervos e desequilíbrios hormonais. . Estilo de Vida Sedentário: A ausência de exercício físico pode levar à Disfunção Erétil. . Fumo: Os fumantes têm uma maior probabilidade de vir a ter problemas de Disfunção Erétil, do que os não fumantes, de acordo com estudos médicos efetuados. – ORIGEM PSICOLÓGICA As causas psicológicas podem ocorrer isoladas ou em conjunto com uma ou mais causas físicas. . Ansiedade: Quando um homem é muito ansioso em relação ao seu desempenho sexual, a capacidade sexual pode ser afetada. . Stress: Situações de stress também podem afetar o desempenho sexual. . Depressão: Homens com Disfunção Erétil podem apresentar sintomas de depressão. Homens com depressão, também podem apresentar problemas de ereção. . Problemas de relacionamento: Problemas de relacionamento sexual com a companheira, familiares, ou com aspectos financeiros, podem afetar negativamente o desempenho sexual.

FORMAS DE TRATAMENTO Antes dos Medicamentos Antes de começar a usar qualquer medicamento ou outros tratamentos para a Disfunção Erétil, o seu médico poderá recomendar mudanças ao nível do estilo de vida que podem implicar: • Atividade física; • Dieta alimentar para ajudar na redução dos níveis de gordura no sangue (triglicérides e colesterol); • Parar de fumar; • Reduzir o consumo de álcool; • Controlar os níveis de stress e fadiga Outros fatores, como a deficiência hormonal (testosterona) e a ingestão de medicamentos que podem causar dificuldades de ereção, também podem ser resolvidos pelo seu médico. Decidir qual o melhor tratamento para o tratamento da Disfunção Erétil. A escolha do tratamento para a Disfunção Erétil é uma decisão pessoal, que depende das suas preferências e da sua companheira. Informe-se sobre os vários tratamentos disponíveis. Forma de Melhorar o Desejo Sexual • Atividade Física • Controle o seu peso. • Evite o excesso de bebidas alcoólicas. • Não use drogas. • Trate a depressão. • Mantenha a higiene oral e física. • Faça algo para impressionar ou agradar a sua companheira. • Peça ao seu médico um exame para determinar os seus níveis de testosterona. Fonte: clicnegocios

Deixe uma resposta