Colesterol alto: saiba como evitá-lo

Com isso, milhões de pessoas passarão a

 

Autoridades americanas em saúde diminuíram os níveis de colesterol desejáveis para as pessoas que possuem riscos de moderados a altos no desenvolvimento de doenças cardíacas. Com isso, milhões de pessoas passarão a tomar medicamentos para o controle dessa doença. Essas novas recomendações expressam: – para pessoas com alto risco, a recomendação do nível de LDL ( mau colesterol) deve ser menor que 100 mg/dl. – para pessoas com risco muito alto, a recomendação de LDL (mau colesterol) deve ser menor que 70 mg/dl. Esse índice passa a ser considerado quando o paciente de alto risco possui ainda altos níveis de triglicérides ou baixos níveis de HDL (bom colesterol). – para pessoas com risco moderadamente alto, recomenda-se que seja menor que 100mg/dl. Além de rigoroso controle médico com o uso de medicamentos e exames periódicos, as pessoas que apresentam este quadro devem evitar os alimentos ricos em colesterol. Não controlar a alimentação é tão perigoso quanto a ausência de acompanhamento médico.

 

Em muitos casos, somente o cuidado com a alimentação já contribui para a diminuição do colesterol sangüíneo. Na hipercolesterolemia, os alimentos ricos em gordura saturada devem ser evitados porque esses alimentos aumentam o colesterol sangüíneo. Veja abaixo alguns alimentos ricos em colesterol: – Carnes gordas; – Bacon, toucinho; – Gema de ovo; – Produtos embutidos (salsicha, lingüiça); – Leite integral; – Queijos amarelos, como queijo prato, queijo mussarela, parmesão; – Manteiga, banha, creme de leite; – Frutos do mar como camarão, lagosta, lagostim, siri, caranguejo; – Alimentos fritos e – Doces. Sabe-se, ainda, que muitos estudos atuais sugerem que alguns alimentos, os chamados funcionais, devem ser incentivados na alimentação diária. Este hábito previne doenças, como as cardiovasculares, por exemplo. Os alimentos funcionais, como a soja e a castanha do Pará agem no sentido de diminuir o colesterol sangüíneo. Eles são verdadeiros amigos do organismo. A pessoa deve conhecer o seu nível de colesterol e adotar medidas saudáveis, tais como: Praticar atividade física; Abandonar o fumo; Gerenciar o estresse; Ingerir mais frutas/vegetais e alimentos ricos em fibras (aveia, pães integrais); Procurar manter/alcançar o peso ideal. Fonte: Cassi www.feebpr.org.br

Deixe uma resposta