Como escolher o melhor leite?

O leite contém uma grande variedade de nutrientes essenciais ao crescimento e manutenção de uma vida saudável. Além

 

O leite contém uma grande variedade de nutrientes essenciais ao crescimento e manutenção de uma vida saudável. Além de energia e proteína ele é rico em cálcio, o principal mineral na prevenção da osteoporose. O desenvolvimento tecnológico permite-nos, hoje, melhorar ainda mais seu valor nutricional. O leite pode ser enriquecido com cálcio, ferro e vitaminas. Existem, além do leite integral, os leites desnatado e semidesnatado, que têm parte da gordura retirada, para aquelas pessoas que precisam ou querem controlar a ingestão de gordura. Mas na hora da decisão de qual leite comprar, devemos ter em mente que antes de tudo, o leite deve ser seguro. Isto significa que devemos comprar leite que foi adequadamente tratado pelo calor, de forma que os germes que podem fazer mal à saúde sejam eliminados. Os principais são os leites posteurizados e longa vida (UHT).

Apenas o leite que está com embalagem íntegra e que foi fiscalizado pelos órgãos de Inspeção é seguro ao consumidor. O leite cru, direto da fazenda, vendido em canequinhas ou garrafas, não deve ser consumido, pois pode transmitir doenças. Aqui você encontrará todas as informações necessárias para escolher corretamente o leite mais adequado às suas necessidades de consumo. LEITES FUNCIONAIS LEITE COM ÔMEGA Ômegas são ácidos graxos poliinsaturados, ou seja, tipos especiais de gorduras, que devem ser obtidos através da dieta, e têm funções benéficas no organismo. Os Ômegas impedem que parte das gorduras nocivas à saúde se aloje no interior dos vasos sanguíneos, evitando assim o entupimento das veias e artérias. Ajudam no desenvolvimento do sistema de defesa do organismo e contribuem para a redução dos níveis de colesterol e triglicérides, regulando, a fluidez do sangue e controlando a pressão arterial, que são os principais causadores das doenças do coração. O leite com ômega juntamente com um estilo de vida saudável, uma dieta controlada e prática regular de exercícios físicos, é um importante aliado na prevenção das doenças cardíacas. LEITE COM LACTOSE REDUZIDA A lactose é o açúcar presente no leite.

Após a ingestão o leite passa pelo processo de digestão como todos os alimentos. A lactose ao passar pelo intestino sofre a ação de uma enzima chamada lactase, para ser quebrada e absorvida pelo organismo. Existem algumas pessoas que possuem problema na síntese desta enzima (lactase) e, não conseguem digerir a lactose. Os chamados intolerantes à lactose podem apresentar, após a ingestão de leite, sintomas como: flatulência, mal-estar e diarréia. O leite com lactose reduzida é indicado aos intolerantes à lactose, para que possam obter os nutrientes presentes no leite, através de seu consumo, sem os inconvenientes que a lactose costuma lhes causar.

GORDURA NO LEITE Hoje, já existem no mercado, leites com diferentes teores de gordura e que recebem diferentes denominações, de acordo com a quantidade presente: . Leite Integral – possui no mínimo 3 % de gordura . Leite Semi-desnatado – possui de 0,6 a 2,9 % de gordura . Leite Desnatado – possui no máximo 0,5 % de gordura Na prática, estes percentuais indicam que, em 100 ml de leite integral, há apenas 3 gramas de gordura. Da mesma forma, em 100 ml de leite semidesnatado a quantidade de gordura pode variar de 0,6 a 2,9 gramas de gordura, dependendo do fabricante. Já em 100 ml de leite desnatado há no máximo 0,5 grama de gordura. Desta forma, o consumidor pode optar, na hora da compra, por diferentes quantidades de gordura, de acordo com as suas necessidades, controlando assim a quantidade de gordura total de sua alimentação. LEITE HOMOGENEIZADO A expressão “Homogeneizado” pode vir escrita na embalagem para identificar o leite que passou pelo processo chamado de homogeneização. Este processo distribui a gordura do leite de maneira uniforme, evitando a formação da nata e a separação da gordura. Fonte: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Deixe uma resposta