Como manter sua mente em forma

Como manter sua mente em forma: Ações preventivas Manter a perda de memória estabilizada à medida que você

 

Como manter sua mente em forma: Ações preventivas Manter a perda de memória estabilizada à medida que você envelhece não requer somente a boa forma de sua mente, embora esse seja um elemento muito importante. Você pode manter sua mente em forma enquanto envelhece através de escolhas saudáveis que mantêm o resto de seu corpo em boa forma. Siga essas dicas agora para prevenir perda de memória no futuro. Exercite sua mente Assim como o exercício físico mantêm o seu corpo forte, a atividade mental mantêm sua mente ágil e em forma. Uma maneira de fazer isso é desafiar sistematicamente a si próprio, tentando adquirir novas habilidades. Se você continua a aprender e desafiar a si mesmo, seu cérebro continua a crescer, literalmente. Um cérebro ativo produz novas conexões entre células nervosas que permitem que as células se comuniquem umas com as outras. Isso ajuda seu cérebro a reter e puxar informação mais facilmente, independente da sua idade. Como você pode desafiar a si próprio? Tente: · Aprender a tocar um instrumento musical · Fazer palavras cruzadas · Interagir com os outros · Mudar as atividades profissionais · Começar um novo hobby como artesanato, pintura, ciclismo, pesca, viagem, caminhada, dançar…

 

· Aprender uma língua estrangeira · Voluntariado · Manter-se informado sobre o que acontece no mundo · Ler: jornais, revistas e livros. Um trabalho mentalmente estimulante, aulas de seu interesse ou mesmo a leitura podem ajudar a manter sua memória por mais tempo durante o envelhecimento. Mantenha-se fisicamente ativo Estudos ligam atividade física com declínio mental menos acelerado. Exercício aumenta a circulação sangüínea para todas as partes do corpo, incluindo o cérebro, podendo promover o crescimento de células ali. Exercício também faz com que você se sinta mais energético e alerta. A melhor parte é que você pode tornar isso divertido. Escolha uma atividade que você goste, jardinagem ou passear com o cachorro. Exercite por pelo menos 30 minutos durante a maioria dos dias da semana. Comece simplesmente aumentando o nível de sua atividade física. Estacione seu carro mais longe e ande uma distância extra. Vá de escada ao invés do elevador. Mova-se. Atividades físicas regulares ajudam a pensar mais claramente, se sentir melhor e diminuem o risco de muitas doenças. Desenvolva hábitos alimentares saudáveis Escolha uma dieta rica em frutas e vegetais. Muitos desses alimentos contêm antioxidantes – substâncias que protegem e estimulam o crescimento de células cerebrais. Os antioxidantes impedem que o colesterol prejudique a circulação sangüínea e obstrua o sangue que deve ir para o cérebro. Alimentos ricos em antioxidantes incluem frutas e vegetais coloridos como laranjas, frutas vermelhas, brócolis, espinafre, cenoura, batata doce e tomate. Na maioria dos casos você está sujeito a muito mais benefícios ao comer os alimentos propriamente ditos do que tomar comprimidos de vitaminas.

Se beber álcool, beba com moderação Pessoas que bebem muito durante anos podem experimentar danos cerebrais permanentes devido a nutrição pobre, e estão sujeitas a um risco maior de desenvolvimento de problemas de memória e demência. Beba álcool moderadamente, se beber. Para mulheres e qualquer um acima dos 65 anos isso significa não mais que uma dose por dia. Para homens abaixo dos 65 anos, significa não mais que duas doses por dia. As evidencias mostram que o consumo moderado de álcool pode prevenir perda de memória, apesar de não ser claro como isso ocorre. Mas não use isso como argumento para começar a beber se você já não bebe. Administre seu estresse Mantenha seu nível de estresse o mais baixo possível. Quando você fica estressado seu cérebro solta hormônios que podem danificar seu cérebro se este ficar exposto aos mesmos por dias. O estresse crônico pode te tornar depressivo ou ansioso – sentimentos que podem interferir no modo como seu cérebro processa memórias. Faça um intervalo, mesmo quando você dispõe de poucos minutos para si mesmo, use o tempo para respirar e relaxar.

Então procure soluções a longo prazo para seu estresse, como a simplificação de sua vida, aumentando o exercício ou diminuindo outras atividades. Proteja sua cabeça enquanto você exercita Traumas na cabeça aumentam as chances de desenvolvimento da doença de Alzheimer. Pessoas que participam em esportes como corrida e natação, com menos riscos de trauma na cabeça, possuem níveis mais baixos de perda de memória. Tome medidas de precaução para proteger sua cabeça; por exemplo, use capacete quando dirigir uma bicicleta. Pare de fumar Você pode adicionar a perda de memória a longa lista de problemas de saúde causados pelo cigarro. Fumantes podem ter o dobro de risco de desenvolver a doença de Alzheimer em relação às pessoas que nunca fumaram. Pare agora – nunca é tarde. Se você parar agora ainda terá chances de reduzir os riscos de perda de memória no futuro. Fale com o seu médico Discuta suas preocupações referentes a perda de memória com seu médico. Ele ou ela podem olhar para sua saúde e elaborar outras estratégias para prevenção de perda de memória na sua idade. Por exemplo, se você tem um histórico familiar de doença de Alzheimer, outras estratégias de prevenção dessa doença podem se provar eficientes para você. (Baseado no texto do site da Clinica Mayo – Estados Unidos) Fonte: www.qualivida.intermedica.com.br

Deixe uma resposta