Como usar a fitoterapia

Após obtidas as ervas, mantenha-as armazenadas em  A Palavra Fitoterapia vem do grego Phitos, que significa plantas e Terapia, que significa tratamento. Fitoterapia é o método de tratamento de doenças através das plantas medicinais, e a forma mais antiga e fundamental de medicina da Terra. Há mais de 6000 anos o homem vem testando e escolhendo instintivamente as melhores plantas medicinais para curar suas doenças. Em nosso século,a medicina disseminou o emprego de antibióticos e remédios alopáticos, e a nossa medicina natural passada de geração em geração ficou esquecida. A fitoterapia é uma terapia com a propriedade de curar males profundamente e integralmente, de maneira não-agressiva, pois estimula as defesas naturais do organismo. Preparação Você mesmo pode cultivar suas plantas medicinais em casa, pequenos espaços também servem.

O importante é a energia de cura que você mentalizar. Após obtidas as ervas, mantenha-as armazenadas em recipientes de vidro ou cerâmica, longe do pó, umidade e calor. O mais conhecido meio de se utilizar as plantas medicinais é o chá: Chá Tradicional : a erva é jogada na água fervendo e deixada por cerca de 1/2 minuto a ferver em recipiente tampado. Deixá-lo tampado por alguns minutos. Infusão : a água fervente é despejada sobre as plantas, e o recipiente tampado durante 10 a 15 minutos. Ideal para flores e folhas. Podem ser utilizados: água, vinho, vinagre ou álcool. Decocção : a planta é fervida por algum tempo em recipiente tampado. Depois deixá-la tampada por alguns minutos. Esta forma é mais apropriada para raízes, cascas e sementes, porém estas devem ser cortadas em pequenos pedaços ou esmagadas antes de serem utilizadas. Maceração : a planta fica de molho em água fria até 24 horas, de acordo com sua qualidade.

Neste caso, as vitaminas e sais minerais não são alterados pela fervura. As doses de ervas a serem utilizadas variam muito, porém, pode-se utilizar, em média, para folhas secas: 4 colheres de sopa por litro de água, e para folhas frescas: 8 colheres de sopa por litro de água. Para raízes e cascas depende muito da qualidade da erva. Os chás devem ser tomados puros ou adoçados com mel puro, longe das refeições, e várias vezes ao dia. Tente trocar o café e o chocolate por um chazinho de erva-cidreira, erva-doce, camomila ou hortelã, você vai se sentir muito melhor! Importante: Nunca use um chá por mais de 24 horas depois de preparado, pois este entra em fermentação; e não use o mesmo tipo de chá por mais de 30 dias seguidos, porque seu organismo vai responder cada vez menos. Evite preparar as ervas em utensílios de metal, pois podem causar alterações no efeito e sabor do chá. Prefira recipientes de barro, louça ou esmalte. www.minuto.poetico.com.br

Deixe uma resposta