Couve-flor: fonte de vitamina C, potássio e fibras

Este vegetal é uma excelente fonte de

 

Dados históricos mostram que a couve-flor já era muito usada no Oriente Médio desde a Antiguidade. Foi a partir desta região, que o alimento começou a se tornar conhecido e acabou sendo levado para a Europa por viajantes que faziam viagens comerciais. No século XII, a couve-flor caiu no gosto dos chefes de cozinha da nobreza e acabou se popularizando por todos os países do mundo. Este vegetal é uma excelente fonte de vitamina C e vitamina B6,possui grandes quantidades de folato e potássio, além de ter muitas fibras em sua composição. É um excelente alimento para quem está precisando diminuir o consumo de calorias. Uma xícara de couve-flor possui apenas 25 kcal. Ainda tem elementos como bioflavonóides e outras substâncias químicas, que podem gerar uma proteção auxiliar contra o desenvolvimento do câncer. Também pode ajudar na regularização das funções intestinais, se comida crua.

 

A couve-flor, pode nesse caso neutralizar a acidez estomacal, aliviar a prisão de ventre e auxiliar na construção dos dentes e ossos, aumentando a capacidade do sistema imunológico de resistir às infecções. Para manter o sabor e diminuir a perda de nutrientes durante o preparo, cozinhe a couve-flor no vapor ou ferva rapidamente. Cozida demais, ela fica mole e libera compostos sulfurosos, ganhando um cheiro desagradável e sabor amargo. Para eliminar este problema, a couve-flor deve ser preparada em panela sem tampa. Outra dica é não cozinhar a couve-flor em panelas de alumínio ou ferro para evitar que perca a cor. Ao comprar couve-flor, escolha a que estiver firme. Caso as folhas estejam tenras e verdes com as flores bem brancas é sinal que ela está fresca e no ponto ideal para ser consumida. Por Marco de Cardoso Fonte: bemstar.globo.com

Deixe uma resposta