Esfoliação: uma maneira de realizar um peeling

Frequentemente me perguntam sobre esfoliação da pele. As pessoas ainda

 

 

Freqüentemente me perguntam sobre esfoliação da pele. As pessoas ainda têm muitas dúvidas em como usar produtos esfoliantes adequadamente. A esfoliação é uma maneira de realizar um peeling mecânico, uma forma de retirar as células mortas que se formam diariamente impedindo a pele de ficar sedosa, limpa e com viço. Os produtos esfoliantes podem se apresentar em diversas versões, como cremes, sabonetes líquidos e em barra, em misturas com óleos corporais, buchas de banho e até em gel. As partículas que promovem a esfoliação da pele também variam, podendo ser de origem vegetal, como sementes de bambu e linhaça, ou sintéticos, cada uma delas com características menos ou mais abrasivas, de acordo com o local a ser esfoliado.

 

A esfoliação é um procedimento importantíssimo para a pele do corpo e rosto e deve ser feita de 1 ou 2 vezes por semana, com a pele limpa e tonificada, sempre em movimentos circulares suaves. Bê-á-bá da esfoliação: – é uma bênção para quem tem pêlos encravados, sendo ideal esfoliar a pele das pernas e virilhas por exemplo, antes de depilar, mas nunca depois da depilação, quando a pele fica ultra-sensível e pode sofrer irritações; – deixa pés e mãos uma seda; – é maravilhosa para se fazer no corpo antes de pegar aquele bronze de verão, ajuda a manter a cor mais uniforme e por mais tempo; – já a esfoliação do rosto deve ser feita com muita cautela, movimentos suaves e com produtos de qualidade, específicos para a região, que possui a pele mais fina e delicada. Prefira produtos com partículas esfoliantes que promovem a chamada “microdermoabrasão”. – Cuidado redobrado para quem tem acne: não se esfolia uma pele com lesões, pois aumenta ainda mais o seu quadro inflamatório; Removidas as impurezas e células mortas, imediatamente revela-se uma nova pele mais fina, lisa, limpa e uniforme, pronta para absorver melhor as substâncias de outros tratamentos. Quando hidratamos a pele logo depois de esfoliá-la, ela tem um aproveitamento de quase 100% do hidratante. Por isso, para quem já faz algum tipo de tratamento anti-sinais, esfoliar e usar o produto anti-sinais em seguida é a melhor pedida! Fonte: movimentonatura.wordpress.com

Deixe uma resposta