Exercícios no trabalho

Apesar do apelo constante da comunidade médica,

 

 

Apesar do apelo constante da comunidade médica, algumas pessoas não conseguem incluir atividade física diária em sua rotina. Como a desculpa desses sedentários quase sempre é a falta de tempo, que tal exercitar-se por apenas dez minutos no próprio ambiente de trabalho? A ginástica laboral tem justamente esse fim. Além de prevenir uma série de doenças em funcionários que fazem movimentos repetitivos no desenvolvimento do seu trabalho, ela pode aliviar o estresse, proporcionar aumento da consciência corporal e reeducar o corpo em relação à postura. Os exercícios são chamados de preparatórios e representam um mistura de movimentos de alongamento e aquecimento.

 

Tais exercícios devem ser feitos antes de o trabalho começar. Os iniciais são importantes porque promovem lubrificação articular e aquecimento dos principais grupos musculares. Eles dão o pique para começar o dia. Vale lembrar que existem três tipos de exercícios na ginástica laboral: os preparatórios (antes de começar a trabalhar), os compensatórios (no meio do expediente) e os de relaxamento (no final do dia). Todos mesclam os mesmos movimentos com intensidades diferentes. O tempo para realizar os exercícios é curto, apenas dez minutos, mas segundo o médico fisiologista Turíbio Leite de Barros, professor da Unifesp, eles são suficientes para causar bons efeitos. “Além de prevenir as lesões causadas por esforços repetitivos, essa ginástica é uma porta de entrada para que as pessoas se conscientizem sobre a necessidade de exercitar-se”, complementa. Outra vantagem desse tipo de exercício, de acordo com o fisiologista Paulo Zogaib, do hospital Sírio Libanês, é que quem trabalha em escritório o dia inteiro costuma ter uma concentração muscular acentuada. “O alongamento promovido por esse tipo de exercício faz o músculo relaxar e voltar ao normal.

Essa postura de contração é que gera os processos inflamatórios. Sem esse tipo de exercício, o problema torna-se crônico”, esclarece. A ginástica laboral também aumenta a flexibilidade, um quesito onde os homens perdem das mulheres. Devido aos hormônios femininos?, as mulheres são mais elásticas. Um motivo a mais para os homens se levantarem da cadeira e enfrentarem a série abaixo. Cada movimento deve ser feito por dois minutos. E lembre-se: os joelhos devem estar sempre flexionados para evitar sobrecargas. Caso tenha algum problema específico ou dores constantes nas articulações, costas, ombros, pescoço ou pernas, não faça os movimentos sem aconselhamento médico. Despertar Eleve os braços para cima e dê uma boa espreguiçada, assim estará mobilizando músculos na região dorsal e peitoral Exercitar Realize movimentos horizontais com a cabeça para evitar dores na nuca no final do dia Lubrificar Esfregue uma mão na outra como na foto para trabalhar a articulação do punho, assim evita-se inflamações no local Esticar Alongue o braço, colocando a palma da mão na parede e o corpo centralizado Movimentar Erga os joelhos flexionados, fazendo movimentos circulares Alongar Jogue os braços para baixo, em direção aos pés para aliviar a tensão na região lombar Fonte: Folha On-line

Deixe uma resposta