Hidratação: principal cuidado com a pele no inverno

O inverno e suas consequências… Substituímos o sol intenso

 

 

O inverno e suas conseqüências… Substituímos o sol intenso do verão pelo clima seco, vento em excesso, mudanças bruscas de temperatura e a água quente do banho, que desitradam a pele, deixando-a ressecada. Com a chegada do inverno, diversas doenças podem ser provocadas ou agravadas pelo frio: Gripes, sinusites, otites, rinites e asma são freqüentes nesta época do ano. A pele por sua vez, também apresenta alterações. Ressecamento, urticárias, prurido e piora das manifestações atópicas, podem aparecer neste momento. As mudanças dos hábitos de higiene, como por exemplo a prática de banhos quentes, repetidos e demorados colaboram para um maior ressecamento da pele. Especialmente as pessoas que já apresentam pele seca, sofrem ainda mais nestas condições. Sendo assim, o cuidado principal durante o inverno, refere-se à hidratação da pele e das mucosas. Com o frio, mucosa labial pode apresentar ressecamento, fissuras, e até sangramento. Principais problemas da pele: . Prurido (coceira) aparece devido a uma hipersensibilidade ao frio ou como conseqüência da descamação da pele. A coceira intensa e repetida pode gerar, secundariamente, o aparecimentos de infecções por fungos ou bactérias; . Dermatite Atópica é um exemplo comum de doença já existente e que piora com o inverno.

 

Manchas ásperas e pruriginosas podem se tornar mais agressivas nesses meses mais frios; . Urticária ao frio aparece como uma manifestação alérgica importante. Ela pode ser localizada ou generalizada, e desaparecer espontaneamente. Surgem pápulas, placas, ederma, eritema e prurido intenso. Edema labial e peri-orbitário estão presentes nos casos mais graves. Hidratação – principal cuidado A hidratação da pelo pode ser feita com cremes, loções, sabonetes e óleos apropriados. Medidas de apoio são importantes, principalmente os cuidados para não exagerar com os banhos quentes, e com o uso dos sabonetes. Dicas para manter a pele hidratada e saudável . Beba água, evite alimentos gordurosos e dê preferência a frutas, verduras e legumes. O ideal é que o organismo absorva 2 litros de água por dia; . Tome banhos curtos, mantendo a temperatura fria ou morna. Não esfregue a pele e evite usar sabonete diariamente (com exceção da região axilar e genital), dê preferência a sabonetes mais suaves, como os glicerinados; . Use toalhas macias; . Fique atento se você freqüenta ambientes com ar condicionado – porque eles fazem com que a pele perca mais água do que o normal; . No inverno, devido a baixas temperaturas, a exposição solar se torna mais agradável. Isso não significa que devemos nos descuidar com a proteção da pele, o uso dos protetores solares permanece necessário, pois os efeitos nocivos dos raios solares continuam existindo, recomenda-se a associação de hidratantes com filtros solares, inclusive para a proteção dos lábios; . Use luvas de borracha quando utilizar produtos de limpeza; . Faça exames para detectar o hipotireoidismo – a disfunção na glândula tireóide costuma ressecar a pele; . Mulheres na menopausa têm problemas de ressecamento de pele devido ao descontrole hormonal. Neste caso, procure o ginecologista. Texto: VISNADI Emerson – MKT Dimper Fonte: JF Service – Mulher

Deixe uma resposta