Longevidade na cozinha: Você é o que você come

Saiba quais os alimentos podem contribuir para

 

Tomate, couve, alho, limão, soja, leite fermentado. Saiba quais os alimentos podem contribuir para sua saúde você é o que você come. Este velho ditado faz cada vez mais sentido. Atualmente mais pessoas vêm procurando alimentos que lhes garantam melhor saúde e bem-estar. A evolução da ciência dos alimentos tem levado à descoberta dos alimentos funcionais, que já tem presença marcante nos países desenvolvidos e começam também a ser acessíveis ao consumidor brasileiro. Os alimentos funcionais são estudados e desenvolvidos para, além de cumprir sua função nutricional básica, resultar em benefícios à saúde como, por exemplo, auxiliar na redução de doenças crônico-degenerativas, entre elas as dos sistemas imunológico e circulatório. Frutas, grãos, cereais, verduras, laticínios e peixes estão na linha de frente desses alimentos, por conter uma série de componentes ativos com influência comprovada sobre a saúde: fitoestrógenos encontrados na soja; carotenóides, na cenoura; licopeno, em tomates; ácidos graxos, nos peixes; probióticos, em leite fermentado; e flavonóides, em frutas e vegetais, entre outros compostos. No ano passado, a Food and Drug Administration (FDA), agência americana de controle de alimentos e medicamentos, se rendeu a dezenas de provas de que comer pode ser o melhor remédio e aprovou o consumo da soja na prevenção de doenças cardiovasculares.

 

Quando os probióticos são ingeridos, atingem, vivos, os intestinos e liberam ácidos como o lático e o acético. Ambos têm capacidade de melhorar a atividade intestinal e facilitar a digestão e a absorção de nutrientes. Os probióticos inibem as bactérias nocivas e ajudam a prevenir infecções. Além disso, diminuem a produção de substâncias causadoras de doenças relacionadas ao estilo de vida, como arteriosclerose, hipertensão, colesterol, etc. Inclua nas suas compras Laticínios: pesquisas recentes mostram que o hábito de incluir laticínios nas refeições, além de prevenir o osteoporose, melhora o funcionamento do intestino. Peixes: fonte de ácidos graxos, pratos à base de peixe, quando consumidos com regularidade, ajudam a reduzir problemas como hipertensão e doenças cardiovasculares. Os óleos de peixe, por sua vez, podem evitar câncer de mama, próstata, pulmão e laringe. Frutas cítricas: são ricas em uma substância chamada limonóide, que atuaria na prevenção de vários tipos de câncer. Chá verde: taninos que podem inibir a formação de placas que provocam a arteriosclerose. Tomate: rico em carotenóides, poderosos antioxidantes que neutralizam os radicais livres, o consumo diário de tomate e seus derivados previne contra o câncer de próstata. Alho: esmagado ou triturado, o alho libera a alicina, substância que ajuda a evitar a hipertensão e os altos níveis de colesterol no sangue. Fonte: Texto da Revista Superinteressante – maio/ 2001 www.lincx.com.br

Deixe uma resposta