O banho do bebê

Este é um texto introdutório de exemplo para visualização do novo Site Médico. Em breve, totalmente reformulado.

Depois que a criança estiver acostumada com a temperatura da água, comece a higienização O banho do bebê é sempre um momento de diversão. Ele pode até se incomodar um pouco no começo, mas com o tempo vai adorar brincar na água. Aqui estão algumas dicas para o banho ser um momento descomplicado. Nem todos os bebês nascem cabeludos, mas, se o seu filho tiver muito cabelo, lave-os sempre que necessário com um xampu infantil neutro para não irritar os olhos e o couro cabeludo, que ainda são muito sensíveis, explica o pediatra, Luiz Carlos da Silva Coelho. A pele do bebê é mais fininha que a do adulto. Portanto, a temperatura da água que lhe parece boa estará muito quente para o pimpolho. É importante checar sempre se ela está morna. O bebê pode se divertir muito durante o banho e, para distraí-lo, uma boa opção são os brinquedos que flutuam na água. Depois que a criança estiver acostumada com a temperatura da água, comece a higienização. Para o Dr. Luiz Carlos, os produtos neutros e de glicerina são os mais adequados para os recém-nascidos. “Eu sempre aconselho as mães a evitarem uma futura alergia, pois as fórmulas artificiais podem ressecar a pele do bebê, que ainda não está preparada para receber composições fortes”, explica o médico. Alerta Segundo o pediatra, as mães que adoram usar óleos pós-banho devem tomar cuidado. “Esses produtos são fortes e, em alguns casos, chegam a descamar o couro da cabeça do bebê, formando casquinhas que podem se transformar em alergias complicadas. Caso isso aconteça, procure um especialista”, conclui Luiz Carlos. Pediatra: Dr. Luiz Carlos da Silva Coelho Clínica Pediátrica Rua dos Bandeirantes, 353 – Araçatuba/ SP Contato: lcscoelho@yahoo.com.br

Deixe uma resposta