Osteoporose: a prevenção é a melhor saída

Os peixes também são alimentos ricos em cálcio e devem ser consumidos várias vezes por semana

 

A Osteoporose caracteriza-se pela perda de massa óssea e fragilidade de sua estrutura, podendo levar a fraturas espontâneas ou com traumas de pequena energia. Afeta mulheres em pós-menopausa sem reposição hormonal, ou com outros fatores de risco associados. Tabagismo, ingestão de bebidas alcoólicas, vida sedentária, associação de determinados medicamentos influenciam no metabolismo do cálcio, podendo levar a Osteoporose. O cálcio que adquirimos durante nossa infância e juventude será nossa reserva para o futuro. Como uma caderneta de poupança: se pouparmos hoje, teremos de onde tirar no futuro, em tempos de vacas magras. Logo, o melhor é iniciar esta reserva bem cedo na infância, com uma dieta adequada e atividades físicas saudáveis. Leite e derivados, verduras de folhas verde-escuro devem ser consumidos diariamente. Os peixes também são alimentos ricos em cálcio e devem ser consumidos várias vezes por semana. Quanto mais, melhor, desde que não se tenha problemas com ácido úrico, como a gota. Se a criança não gosta de leite, pode-se optar por receitas que agregam o leite no seu preparo ou oferecer vários tipos de queijo no lanche, como o queijinho tipo petit-suisse. Caso a criança tenha alergia à lactose ou outro tipo de intolerância ao leite, o melhor é consultar o pediatra para uma reposição adequada de cálcio. A exposição ao sol da manhã também tem sua importância na prevenção da Osteoporose, pois a Vitamina D, que atua na fixação do cálcio no osso. Sem sol a Vitamina D não é ativada, logo não tem quem “prenda” o cálcio na matriz óssea. Mas lembre-se sempre do filtro solar. Os exercícios são de suma importância no metabolismo ósseo. A falta deles pode propiciar a instalação da Osteoporose porque os ossos precisam do estímulo muscular para “pedirem” organismo o cálcio da corrente sanguínea. Mas não pode exagerar: excesso de exercícios também pode levar a Osteoporose pois afetam a regulação hormonal. O cigarro afeta a absorção de cálcio. Se você fuma, pode pensar em parar. Quanto mais cedo melhor. Caso precise de ajuda para largar este mau hábito, converse com seu médico. Existem medicamentos que podem auxiliar na fase de ansiedade. Evite fumar perto de crianças e principalmente se você estiver grávida. Bebidas alcoólicas, refrigerantes, café e chá preto também interferem no metabolismo ósseo. Procure evitá-las, abolindo-as ou diminuindo o seu consumo a uma vez por semana. Com estas medidas simples você pode garantir o futuro de seus ossos. Dra. Patrícia Maria Strazzacappa Hernández Médica Ortopedista pela Sociedade de Ortopedia e Traumatologia Brasileira

Deixe uma resposta